Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

CA da USP São Carlos realiza nesta quarta sarau do Aleatórias 2016

29/11/2017 às 17:53, por Cristiane Tada.


Evento acontece às 19h; Publicação é resultado de um compilado de poesias de 35 estudantes

Nesta quarta-feira (29) às 19h o Centro Acadêmico Armando de Salles de Oliveira (CAASO) da Universidade de São Paulo do campus de São Carlos realiza um sarau de lançamento do livro Aleatórias 2016. A publicação é o resultado de um compilado de poesias de 35 estudantes divulgadas ao longo do ano passado num grupo do Facebook.

“O Aleatórias é um projeto antigo, começou a ser compilado na década de 60/70 e era um projeto de alunos do campus que queriam promover a cultura e escrever suas poesias em um lugar que fosse acessível para outras pessoas lerem”, destaca o organizador do livro Ighor Gomes Lameira, diretor do CAASO e estudante de Engenharia Mecatrônica.

De acordo com o diretor do CA apesar de ser um campus de exatas, antigamente os estudantes da USP São Carlos tinham uma atuação forte na política, na cultura e com o pensamento crítico em si.

Com o passar do tempo, a publicação deixou de ser feita, especialmente com o fim da gráfica do Centro Acadêmico, e sua última publicação data da década de 1990. Mas em 2015 o projeto voltou.

Ighor conta que o CA teve alguns entraves por causa do corte de verba da USP e por isso a edição de 2016 está saindo só agora. “ Apesar disso, a edição ficou muito bem planejada e editada. Entregamos a maioria das 100 cópias para os 35 autores e vamos fazer uma sarau de lançamento onde todos vão poder comparecer, recitar algumas poesias e se conhecer”.

O CAASO Armando de Sales de Oliveira representa todos os cursos de São Carlos que compõe o campus, e tem uma história de luta e resistência à ditadura que fez história no movimento estudantil na USP.

“Acredito que o projeto Aleatórias é importante porque é uma manifestação diferente de cultura aqui no campus, e que acaba criando um sentimento de identidade, onde os alunos também podem se sentir acolhidos. Além disso, é um registro histórico-cultural de cada aluno, o perfil de cada época, as preocupações, os anseios, as vontades e desafios do cotidiano”, finalizou.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo