Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

12ª Bienal da UNE vai homenagear semana de Arte Moderna e Elza Soares

25/03/2021 às 17:26, por Cristiane Tada.


Programação majoritariamente digital tem ato-show no dia 27 de Abril, debates e mostras de 19 a 23 de Maio 

O maior festival estudantil de arte e cultura da América Latina está de volta e para se adaptar aos tempos duros de pandemia será majoritariamente online e de acordo com as condições sanitárias. A 12ª Bienal da UNE – Festival dos Estudantes será lançada num ato-show pela vacina contra o Covid-19, direto do Teatro Municipal, em São Paulo, no dia 27 de Abril.

“Achamos importante trazer este tema para a abertura da Bienal, que é sempre um dos momentos mais marcantes do festival, porque sabemos que a educação de milhares de jovens está afetada, com a suspensão de aulas presenciais, e só conseguirá ser normalizada com a imunização nacional. A luta da educação hoje é também a luta pela vacina”, explicou o presidente da UNE, Iago Montalvão. 

Depois do ato-show, que terá convidados especiais, as atividades de debates e exibição das mostras convidadas e competidoras acontecerão  entre os dias 19 e 23 de maio, por meio do canal oficial da entidade no YouTube Uneoficial . A programação, informações  sobre o evento e inscrições estarão disponíveis em breve pelo hotsite bienaldaune.org.br 

O Festival é uma realização da UNE, ANPG e UBES, entidade secundarista que nessa edição terá uma programação especial dentro da Bienal para os estudantes de escolas técnicas. 

“A realização da Bienal neste momento reafirma a importância de resistir ao difícil cenário político com cultura, na luta pela educação, contra a censura e em defesa da vida, reunindo movimentos culturais e sociais para se organizar contra os ataques do governo Bolsonaro”, afirma Iago. 

Esta edição com o tema “Brasil, um povo que resiste”, homenageia os cem anos da Semana de Arte Moderna e convida a desenhar coletivamente um Brasil antropofágico e possível, um país legítimo, pintado de ‘nois’ : a juventude.  E exalta Elza Soares como o “Brasil que deu certo”, espelho de vitórias e representatividades.

Além das tradicionais mostras de Artes Cênicas, Artes Visuais, Música, Audiovisual, Literatura, Projetos de Extensão, Ciência e Tecnologia,  a 12ª edição inclui uma exibição de  Jogos Digitais. Estudantes devidamente matriculados no Ensino Médio, Superior e Pós poderão se inscrever gratuitamente em todas as categorias.  

O Lado C, atividade que convencionalmente leva participantes para conhecerem diferentes realidades nas cidades sede da Bienal, este ano também terá um novo formato. A atividade vai mostrar esse olhar das periferias brasileiras por meio de gravações de diferentes projetos sociais espalhados pelo Brasil. 

Sobre a Bienal da UNE – Festival dos Estudantes 

A Bienal da União Nacional dos Estudantes é um festival de cultura, arte, ciência e tecnologia que mapeia, conecta e apresenta o que de mais interessante tem sido produzido dentro e fora das universidades brasileiras. É considerado o maior encontro estudantil da América Latina, reunindo cerca de 15 mil estudantes por edição.

A primeira Bienal da UNE foi realizada em 1999, em Salvador (BA), e a última edição em 2019, retornou à capital da Bahia para celebrar 20 anos de mapeamento e difusão da produção artística estudantil.  A ocasião também relembrou a refundação da UNE, 40 anos depois de ter sido desmantelada pela ditadura militar.

Em 2019, passou também a ser realizada em conjunto com as entidades irmãs Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) e União Brasileira de Estudantes Secundaristas (UBES). 

A programação reúne debates, seminários, oficinas, mostras de trabalhos, shows, visitas às comunidades locais e diversas outras atividades culturais. 

Ao longo desses 20 anos, o festival já passou também pelo Rio de Janeiro, São Paulo, Recife e Olinda e contou com a presença de figuras ilustres como Leci Brandão, Alceu Valença, Nação Zumbi, Tom Zé, J. Borges, Aleida Guevara, Gilberto Gil, Ariano Suassuna, Racionais MC’s, Criolo, Emicida, Pitty e muitos outros personagens da cultura brasileira e latino-americana.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo