Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Movimento Estudantil

Honestino Guimarães

Líder estudantil brasileiro e ex-presidente da UNE morto pela ditadura civil-militar em 1973 no exercício do cargo. Honestino assumiu a presidência da entidade em 1971 após o então presidente, Jean Marc von der Weid, ter sido preso pela repressão. Viveu na clandestinidade por cinco anos antes de ser preso em 10 de outubro de 1973 no Rio de Janeiro. As condições da sua morte são desconhecidas. Somente no dia 12 de março de 1996 teve seu óbito oficialmente reconhecido pela Comissão Especial de Mortos e Desaparecidos do governo federal, sendo laureado pela UnB no ano seguinte com o Mérito Universitário. Em sua homenagem, a principal organização estudantil da Universidade de Brasília se chama Diretório Central dos Estudantes Honestino Guimarães. Também em sua homenagem, o Grêmio Estudantil do Centro de Ensino Médio Elefante Branco, onde estudou, e o centro acadêmico do curso de Geologia da Universidade Federal do Ceará levam seu nome.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo