Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

DIRETORIA CONVOCA ESTUDANTES PARA PERCORRER O PAÍS NA "CARAVANA UNE BRASIL+10"

Nos últimos dois dias, em São Paulo, a UNE reuniu os seus 85 diretores, vindo de diversos cantos do país, para a segunda reunião do seu pleno realizada nessa gestão. O encontro teve o papel importante de aprofundar o debate sobre educação e conjuntura. Como resultado do encontro, foi aprovado o manifesto da Caravana UNE Brasil+10, inicitativa que vai percorrer o país nos próximos meses com objetivo de pensar o futuro da nação para os 10 anos vindouros. 

O documento aprovado convoca, também, outros dois importantes momentos para o movimento estudantil no semestre: a Jornada Nacional de Lutas em março e o 60º Conselho Nacional de Entidades Gerais em maio, este último com a importância de ser realizado em um ano eleitoral e com o objetivo de aprovar uma plataforma politica de reivindicação dos estudantes.

“Esse manifesto e a agenda política proposta, resumidamente, desafiam os estudantes a espalhar as lutas, debates e atividades para agitar as universidades, sacudir o Brasil e fazer pressão sobre o governo federal e o congresso por avanços na educação”, declarou o presidente da UNE, Daniel Iliescu.

A agenda se propõe a discutir com a juventude os desafios e oportunidades para o país se desenvolver ainda mais nos próximos 10 anos. Na caravana, que será pautada por grandes temas atuais e terá como mote a criação do Brasil para daqui uma década, contará com debates sobre os principais temas da agenda nacional, e fará um diálogo democrático em torno dos desafios da educação e da luta radical contra as dificuldades que os estudantes enfrentam em cada universidade. 

“A caravana pretende levar as propostas da União Nacional dos Estudantes para todos os cantos do Brasil, fortalecendo e preparando também a rede do movimento estudantil para as lutas que serão travadas daqui para frente”, disse Daniel. “Com a caravana vamos homenagear o Edson Luiz [estudante secundarista brasileiro assassinado pela Polícia militar no ano de 1968, durante um confronto no restaurante Calabouço, centro do Rio de Janeiro] e percorrer centenas de cidades com debates, blitz estudantis, encontros temáticos para discutir educação desenvolvimento, justiça social e ambiental”, completou o presidente da UNE.

Antecedendo a caravana, a Jornada de Lutas começará em março, quando estudantes de todo o país fecharão avenidas e quarteirões das cidades reivindicando a destinação de 10% do PIB e de 50% do Fundo Social do Pré-sal para educação, a redução da taxa básica de juros e questionamento de qualquer política de redução e corte de investimentos nesta área e em outros setores estratégicos para o Brasil.

Ao final desta jornada, a UNE pretende sistematizar todas as contribuições em seu 60º Conselho Nacional de Entidades Gerais (Coneg), reunindo Diretórios Centrais dos Estudantes e Uniões Estaduais de Estudantes de todo o Brasil, em conjunto com a Cúpula dos Povos no marco da Rio+20, quando os olhos de todo mundo estarão voltados para a Cidade Maravilhosa.

Moções aprovadas

Além do manifesto da Caravana, a diretoria plena da UNE aprovou também duas moções: uma de apoio a comunidade de Pinheirinho, e a outra apoiando a luta pela autonomia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).

Em relação à comunidade de Pinheirinho, a UNE repudia a violenta ação de reintegração de posse, que cercou e invadiu a comunidade Pinheirinho, em São José dos Campos, executada pela PM de São Paulo no dia 22 de janeiro.

A outra moção, referente a autonomia da UEPB, traz a solidariedade e o apoio da UNE à luta da comunidade acadêmica da universidade em defesa da Autonomia e garantindo que a universidade continue sendo gratuita e prime pela qualidade. No último dia 31 de janeiro o Governo do Estado da Paraíba publicou de maneira arbitrária uma medida que limitou o recurso que deveria ser destinado à instituição muito abaixo do que determina a Lei de autonomia, ferindo-a totalmente.

Site e redes da UNE trarão novidades

Nas próximas semanas o site e as redes sociais da UNE divulgarão todas as novidades a respeito dessas atividades. Por meio desses instrumentos é que a entidade pretende se comunicar diretamente com os estudantes do Brasil e amplificar as suas atividades, principalmente, a caravana. A diretora de comunicação da UNE, Virgínia Barros, explica que o objetivo é utilizar o ambiente virtual para potencializar as açõesna jornada e na caravana. “Contamos com a participação da nossa grade rede tanto presencial quanto virtual para que nossa voz alcance cada canto deste país. Em breve, divulgaremos os materiais, a programação e formas de participação. Fiquem atentos e participem!”, convocou.

Manifesto da Caravana UNE Brasil+10

Moção de apoio a Comunidade Pinheirinho

Moção de apoio à luta pela autonomia da UEPB

Camila Hungria

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo