Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Vote e ajude “Osvaldão” a voltar a São Paulo em 2016!

01/02/2016 às 12:10, por Mariana Payno.

Documentário sobre o comandante negro da Guerrilha do Araguaia foi indicado em quatro categorias do 42º Festival Sesc Melhores Filmes

Osvaldão, documentário que resgata a história do comandante negro e guerrilheiro do Araguaia Osvaldo Orlando da Costa, pode voltar às telas paulistanas no 42º Festival Sesc Melhores Filmes. O evento anual acontece desde 1974 e exibe novamente os filmes favoritos do ano anterior, eleitos pela crítica e pelo público por votação online. Osvaldão está indicado em quatro categorias dentro da seleção de filmes nacionais: melhor documentário, direção, fotografia e roteiro.

A votação vai até o dia 20 de fevereiro e é muito simples: basta acessar o site do festival, preencher os campos de nome e e-mail, escolher a categoria desejada e clicar no filme. De quebra, quem votar em todas as categorias para filmes estrangeiros e nacionais ganha um par de ingressos para qualquer sessão do festival, que ainda não tem data definida, mas acontece sempre em meados de abril.

Osvaldão, que tem apoio da União Nacional dos Estudantes e da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas, permaneceu em cartaz no circuito comercial de São Paulo e Rio de Janeiro durante o mês de dezembro de 2015, graças a uma campanha de financiamento coletivo na internet. Em 2016, o crowdfunding leva o longa aos cinemas de Salvador e Belo Horizonte (mais informações nos sites do Cine Glauber Rocha, na capital baiana, e do mineiro Cine Belas Artes).

> Vote em Osvaldão no 42º Festival Sesc Melhores Filmes e ajude a trazer a história do comandante negro para mais exibições na capital paulista!

SOBRE O FILME

Temido pelos militares e eternizado em lendas da região norte do país, Osvaldo Orlando da Costa foi um dos principais comandantes da Guerrilha do Araguaia, movimento de resistência à ditadura que resultou em um dos maiores massacres do período, entre as décadas de 1960 e 1970.

O documentário Osvaldão resgata a trajetória do guerrilheiro por meio de depoimentos de familiares, amigos, militantes, mateiros e militares e revela raras e exclusivas imagens do comandante em Praga, antiga Tchecoslováquia, durante uma excursão de estudantes.

Com participação de Criolo (que empresta voz a Osvaldão), Leci Brandão, Antônio Pitanga, Flávio Renegado e Fernando Szegeri, o longa é dirigido por Ana Petta (Repare Bem), André Michiles (Através), Fabio Bardella (Através) e Vandré Fernandes (Camponeses do Araguaia) e teve sua primeira exibição na 38ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo