Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

UNE retoma participação no Conselho de Desenvolvimento Econômico

29/01/2016 às 16:02, por Cristiane Tada.

Entidade representativa dos jovens vai sugerir alternativas para retomar o crescimento do país

Na última quinta-feira (28), a presidenta da UNE, Carina Vitral, participou em Brasília da primeira reunião de reativação do Conselho de Desenvolvimento Econômico, o “Conselhão”. O encontro faz parte da estratégia do governo federal de encontrar alternativas para retomar o crescimento do país. Fundado em 2003 pelo então presidente Lula, o Conselho, tem como função ser um canal de diálogo informal com a sociedade.

O objetivo da presidenta Dilma Rousseff com a retomada do grupo é coletar sugestões dos conselheiros, representantes dos empresários e da sociedade civil que possam ser incorporadas em projetos que o governo pretende encaminhar ainda no primeiro semestre ao Congresso Nacional.

Fazem parte do grupo 92 conselheiros entre empresários, estudantes, trabalhadores, artistas e escritores. O Palácio do Planalto deve organizar quatro grupos temáticos para discutir pontos específicos nos próximos encontros.

Carina comemorou a decisão do governo retomar o diálogo com a sociedade civil que “ há muito estava deficitário”.

A presidenta da UNE foi uma dos 8 conselheiros escolhidos para falar.

“ 2016 deve ser um ano de união nacional para superar a crise econômica, pois é preciso deixar de lado o discurso daqueles que querem paralisar o país e engajar os diversos setores pela retomada do crescimento”, destacou ela.

Carina compartilhou ainda na reunião sua preocupação com o mercado de trabalho para os estudantes.

“O desemprego entre os jovens de 15 a 24 anos, cresce 3 vezes mais do que o da população geral e temos necessidade de assegurar os investimentos em educação para que a universidade possa contribuir de forma qualitativa com o desenvolvimento nacional”, ressaltou.

A presidenta Dilma Rousseff e seus ministros apresentaram planos para superar superar a crise e para a presidenta da UNE, outra boa notícia foi o abandono do discurso único do ajuste fiscal.

“Soma-se a isso agora a ampliação do crédito, iniciativas de criação de impostos progressivos e taxação das maiores rendas e acho que temos um caminho”, afirmou.

A estudante de Economia lamentou a criação de um limite ao gasto público. De acordo com Carina, mal planejado a medida pode comprometer programas sociais e a reforma da previdência. “Por isso, as duas iniciativas nos colocam alertas”.

Ela acredita que o saldo da reunião tenha sido positivo. “Este ano começa melhor porque podemos discutir projetos para o país e bem diferente de 2015 que a política foi paralisada pela infundada e improdutiva pauta do impeachment. Vamos pra cima!”.

Assista o vídeo:

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo