Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

UNE convoca: “Fora Temer!”, “Fora Mendonça!”, contra o “Escola sem Partido”

19/07/2016 às 18:49, por Renata Bars.

Estudantes irão para as ruas para construir mais uma Jornada de Lutas,  de 11 a 15 de agosto, semana do estudante

Após três dias de intensos debates, a 64ª edição do Coneg da UNE, que se encerrou no último domingo (17), em São Paulo reafirmou a unidade estudantil na luta contra o governo golpista de Michel Temer, com a convocatória de uma Jornada de Lutas a ser realizada de 11 a 15 de agosto, semana do estudante.

Os retrocessos na educação com a presença de Mendonça Filho à frente do MEC e o ataque direto à democracia representado pelo projeto Escola Sem Partido também foram destacados pelos estudantes, de forma unânime, como pautas a serem fortemente combatidas nas ruas.

‘’Mesmo com todos os problemas que enfrentamos na educação, Mendonça Filho assume o Ministério para aplicar um projeto que vai contra o modelo de universidade e educação que queremos. O projeto de lei “Escola Sem Partido” que é um ataque direto a democracia e uma descarada censura àquelas que lutam em defesa de uma educação pública e de qualidade no país. Precisamos seguir o exemplo dos secundaristas no Brasil e ocupar as ruas em defesa da educação pública, e mais do que nunca, a unidade é essencial para derrotarmos o Governo golpista de Temer e suas políticas privatistas’’, diz a carta convocatória aprovada na plenária final do Coneg.

De forma unificada o movimento estudantil vai ocupar as ruas do Brasil com foco e muita combatividade pelo “Fora Temer!”, “Fora Mendonça!” e contra a “Lei da Mordaça’’.

MOÇÕES APROVADAS

Foram aprovadas durante a plenária final do Coneg, duas moções que tratam também da luta por universidades melhores em todo país.

Na moção intitulada ”Universidade contra o fascismo”, os estudantes discorrem sobre os recentes casos de violência contra estudantes negros e LGBT ocorridos recentemente, como o assasinato do jovem Diego Vieira Machado, cujo corpo foi encontrado com sinais de espancamento no campus do Fundão, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

”Construímos dias de luta em todo o país, em memória dos nossos que tiveram suas vidas violentamente interrompidas pelo racismo e LGBTfobia. Portanto, a UNE deve realizar um dia nacional de mobilizações contra o fascismo, racismo, machismo e LGBTfobia nas universidades. Propomos que a construção do dia 11 de agosto, Dia Nacional do Estudante carregue e fortaleça essa luta”, diz o documento.

A segunda moção presta solidariedade à ocupação do campus Praia Vermelha, na UFRJ, que segue ocupado por estudantes deste o último dia 13 de julho. A ação deve-se à utilização do campinho de esportes da universidade como sede de operações de segurança durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

O documento afirma que ”a construção dos Jogos é sustentada por diversas violações aos direitos humanos no que tange questões de moradia, mobilidade, trabalho, esporte, segurança pública, informação, participação e economia. Por exemplo, nas remoções da Vila Autódromo ou em qualquer processo de exclusão que já existe na nossa cidade, onde o acesso aos serviços de moradia, lazer, cultura e transporte ficam cada vez mais precarizados, sobretudo nas periferias – que são submetidas diariamente à violência causada pela presença de um aparato militar de repressão e controle”.

→ Ainda foram aprovadas resoluções de educação e conjuntura na 64ª edição do CONEG.

Foto: Rebeca Belchior – CUCA da UNE

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo