Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

#Retrospetiva2016, o ano “2 mil e ocupa tudo” – parte 2

29/12/2016 às 15:44, por Renata Bars.


Confira a segunda parte da retrospectiva e relembre as lutas estudantis deste último semestre

De julho pra cá, a ofensiva estudantil contra o golpe continuou se fazendo presente nas ruas, mesmo após o impeachment da presidenta eleita, Dilma Rousseff, fato que abalou os movimentos sociais mas não acovardou a luta. Nesse semestre tivemos também o 64º Conselho Nacional de Entidades Gerais (Coneg da UNE), 5º Encontro de Estudantes Negros, Negras e Cotistas da UNE (Enune), aniversário de 79 anos da entidade e muita combatividade nos protestos contra o governo golpista em todo país.

Confira e relembre:

JULHO

64º Coneg da UNE

Ao longo de três dias, de 15 a 17 de julho, a UNE reuniu mais de 500 estudantes em seu 64º CONEG. Foram 324 entidades credenciadas no evento, que contou com cerca de 20 debates sobre temas ligados à educação, saúde, juventude, democratização da comunicação, o golpe à democracia e muito mais.

Novo regimento de carteiras estudantis

Foi aprovado por unanimidade, durante a plenária final do 64ª Coneg da UNE, o novo regimento de carteiras de identificação estudantil da entidade. Alterações como o aumento no valor do repasse para os diretórios centrais estudantis (DCEs) e a divisão dos repasses do Fundo Nacional dos Estudantes – soma dos repasses não solicitados no período de um ano – entre as atividades nacionais e regionais do movimento estudantil foram comemoradas.

AGOSTO

5º Enune

O 5º Enune aconteceu de 5 a 7 de agosto, na cidade de Salvador, e comemorou dez anos de existência com a presença de 1500 jovens e muitas atividades. 

Aniversário da UNE

Em 2016 a UNE completou 79 anos de história e combatividade estudantil.

100 dias de Ocupa Minc

O movimento Ocupa Minc comemorou 100 dias de ocupação no espaço do antigo Canecão, em Botafogo, no Rio de Janeiro com muita luta e cultura contra o golpe. Relembre:

Estudantes pela democracia

O impeachment da presidenta Dilma Rousseff começava a ser decidido. Estudantes e movimentos sociais realizaram um conjunto de atividades em todo país para dizer não ao golpe.

Nota contra o afastamento da presidenta eleita

Após o impeachment, a UNE se opôs à conspiração e ao golpe político-institucional que engendrou uma fratura ao estado democrático de direito e reafirmou: o Brasil sofreu um golpe. Confira nota publicada pela entidade.

Protestos contra o golpe

Manifestações eclodiram por todo Brasil. Em São Paulo, a Avenida Paulista foi tomada por cerca de 12 mil pessoas numa reação imediata contra o impeachment que usurpou o mandato legítimo da presidenta eleita Dilma Rousseff. A repressão policial foi marca registrada em diversos protestos, denunciando a falta de democracia.

SETEMBRO

Fora Temer em todo país

Protestos contra o governo golpista eclodiram em diversas cidades. Muitos reuniam mais de 50 mil pessoas e pediam em uníssono: FORA TEMER!

Especial Eleições 2016

Antecedendo as eleições municipais, o site da UNE preparou uma série de matérias intitulada ”Especial Eleições 2016”, que coletou desde o mapeamento dos candidatos do ME até as propostas da entidade para os candidatos ao pleito deste ano.

OUTUBRO

Ofensiva contra a PEC 241 e Reforma do Ensino Médio

Em outubro, os estudantes e movimentos sociais se uniram para dizer não ao retrocesso do pacote de maldades imposto pelo governo golpistas. Protestos, passeatas e até a ocupação do escritório da presidência, em São Paulo, marcaram o mês.

A proposta autoritária de reforma do ensino médio também entrou na pauta estudantil. Diversos protestos ocorreram em todo país.

Em todo o Brasil escolas e universidades foram ocupadas por estudantes que lutavam contra os retrocessos na educação e a ”PEC da maldade”.

NOVEMBRO

Nossa Voz – Edição contra a PEC do fim do mundo

Em novembro, a UNE lançou edição especial do jornal Nossa Voz. A publicação trouxe um conteúdo contra a Proposta de Emenda Constitucional 241, a famosa “PEC do fim do mundo”.

Ocupações a todo vapor

As ocupações de escolas e universidades contra a PEC do fim do mundo continuaram pelo mês de novembro, mostrando a força do movimento estudantil.

Greve Geral

No dia 11 de novembro, trabalhadores e estudantes somaram forças e mostraram insatisfação contra várias medidas do governo federal, como a PEC do fim do mundo, que permite que o governo não mude os patamares de investimento nos serviços básicos por 20 anos.

Ocupa Brasília contra a PEC 55

No dia 29 de novembro, cerca de 50 mil jovens de todo país tomaram a capital federal para dizer não aos retrocessos do governo golpista. Contudo, a repressão policial se fez presente novamente, mostrando a falta de democracia do ”desgoverno” de Temer.


DEZEMBRO

Passo histórico para a descriminalização do aborto

A interpretação do voto do ministro Luís Roberto Barroso do Supremo Tribunal Federal (STF) em um caso de uma clínica de aborto no Rio de Janeiro, abriu um precedente histórico para a descriminalização do aborto no Brasil que pode garantir o direito ao aborto às mulheres com até 3 meses de gestação.

Aprovação da PEC do fim do Mundo

O 13 de dezembro de 1968 marcou a instalação do Ato Institucional número 5, o AI-5, que cassou as liberdades civis no país por mais uma década. Após o golpe de 2016, este mesmo 13 de dezembro trouxe a cruel aprovação da Proposta de Emenda Constitucional 55, a PEC 55, que congelará por 20 anos os investimentos públicos no país.

A aprovação no Senado da conhecida PEC 55, no entanto, não desanimou a luta de estudantes, trabalhadores, professores e movimentos sociais que saíram às ruas de todo país para dizer não aos retrocessos.

Preparativos para a 10ª Bienal

De 29 de janeiro a 01 de fevereiro de 2017 acontece, em Fortaleza, a 10ª edição da Bienal da UNE. Durante todo o mês, o site da UNE preparou matérias especiais sobre o maior festival estudantil da América Latina. Relembre algumas delas.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo