Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Retrospectiva da gestão: a juventude quer voar!

17/05/2017 às 18:05, por Renata Bars.

Relembre a luta da UNE contra a redução da maioridade penal

Com o encerramento do 54º Congresso da UNE, os estudantes já tinham uma importante tarefa em mãos: lutar contra a redução da maioridade penal, proposta pelo Congresso Nacional. O assunto, que foi bastante discutido durante o evento estudantil, culminou em uma caravana de estudantes que saiu de Goiânia rumo à capital federal. Ali, o ”Ocupe Brasília” mostrou aos deputados que a juventude queria mesmo era voar e não ser encarcerada.

Estudantes protestam contra a redução no 54º Congresso:

Estudantes do ”Ocupe Brasília” dizem porque são contra a redução:

Em 16 de junho de 2015 a proposta da redução foi aprovada em Comissão Especial na Câmara dos Deputados, mas a luta estudantil não esmoreceu. Centenas de jovens ocuparam a entrada da Biblioteca Nacional em Brasília, e novamente disseram não à redução da maioridade penal.

No dia 30 do mesmo mês, a juventude ocupou novamente a Esplanada dos Ministérios. Naquele dia a redução seria votada no plenário e traria uma grande vitória à juventude: a proposta recebeu 303 votos dos 308 necessários para ser aprovada.

A Câmara dos Deputados poderia ainda votar o texto original, que reduz a idade penal para todos os votos. Contudo, o gosto daquela vitória emocionou os estudantes.

“Foi uma vitória espetacular, porque bateu de frente com o que há de pior neste Congresso Nacional, que é a bancada da bala. Os conservadores saíram derrotados e e a juventude continua de pé “, declarou a presidenta da UNE, Carina Vitral, na época da votação.

Presidenta da UNE comemora vitória contra a redução:

Protestos aconteceram em todo país, e, em São Paulo e no Rio de Janeiro, o festival ”Amanhecer contra a redução” reuniu artistas, estudantes e trabalhadores a favor da juventude.

Em 19 de agosto, contudo, a Câmara dos Deputados escreveu mais uma página vergonhosa de sua recente história de retrocessos com a aprovação em segundo turno da proposta de redução da idade penal no Brasil.

Contra todos os estudos a respeito do tema no país e no exterior, opiniões de especialistas e ignorando completamente a posição dos movimentos sociais de juventude, a Câmara avançou com o projeto que fere a juventude, principalmente a juventude negra de periferia.

Desde então, a proposta da redução está nas mãos do Senado e a juventude permanece vigilante contra este retrocesso. Redução não é solução!

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo