Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Protesto contra o congelamento de verba da Cultura reúne artistas em SP

24/02/2017 às 17:26, por Da Redação Foto: Cuca da UNE.


43% do orçamento está congelado desde o início do ano, inviabilizando diversos projetos

Mesmo sob forte chuva, cerca de 300 pessoas se reuniram na última quarta-feira, em São Paulo, para protestar contra o congelamento da verba da Secretaria de Cultura do município. O protesto aconteceu em frente ao prédio da prefeitura, no centro da cidade, e exigiu a liberação dos R$518 milhões aprovados em votação na Câmara, no ano passado.

Os manifestantes fazem parte da Frente Única pelo Descongelamento, que engloba artistas de diversas áreas, como artistas de rua, educadores culturais e monitores.

Segundo a coordenadora do Cuca da UNE, Camila Ribeiro, congelar o orçamento da Cultura de São Paulo é um equívoco que inviabiliza projetos já em andamento. ”Essa verba que está congelada foi aprovada na Câmara dos Vereadores e destinada à Secretaria de Cultura no ano passado. Ela faz parte da Lei Orçamentária Anual (LOA), e, congelá-la vai na contramão da luta dos artistas e da cidade por uma política cultural que se aplique para além das gestões”, falou.

O congelamento integra proposta da prefeitura de contingenciar, em todas as pastas, 25% das verbas para as chamadas atividades de custeio, e 100% das verbas para bancar projetos. Com isso, programas como os de fomento ao teatro, ao circo e à dança foram interrompidos.

O atual secretário de Cultura, André Sturm, se comprometeu a lutar pessoalmente pelo descongelamento. Segundo ele, o congelamento foi um equívoco na Secretaria Municipal da Fazenda, já que no orçamento os programas da pasta foram denominados como “projetos”, portanto passíveis de serem congelados.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo