Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Presidenta da UNE e Juca Ferreira debatem democracia em Belo Horizonte

30/05/2017 às 20:21, por Mateus Marotta.

Carina Vitral e Juca Ferreira
Mídia Ninja

Carina Vitral e o ex-ministro da Cultura participaram do evento “Sexta Valente”, realizado em Belo Horizonte com a presença de jornalistas, artistas e militantes do movimento social; evento foi transmitido pelo facebook

A presidenta da UNE Carina Vitral esteve em Belo Horizonte na última sexta-feira (26) para conversar sobre a realização do maior fórum da juventude brasileira na cidade, entre os próximos dias 14 e 18 de junho. Ela participou de uma série de entrevistas e, ao lado de Juca Ferreira, ex-ministro de Cultura do governo Lula, Carina foi convidada da “Sexta Valente”, tradicional bate-papo das sextas-feiras em um restaurante de BH. Eles debateram a conjuntura política e a líder estudantil fortaleceu o posicionamento da UNE na luta pelas Diretas Já.

> Assista aqui:

Com a presença de centenas de pessoas no evento, Carina destacou a importância do Congresso para aproximar os jovens da política. Ela também cobrou o retorno da esquerda para próximo das suas origens. “A esquerda brasileira precisa se preocupar muito e se reconectar com o povo brasileiro. (…) Hoje o que a gente vive são os reflexos do golpe”, enfatizou, lembrando também das lutas contra as reformas trabalhista e da Previdência.

CONGRESSO DA UNE VAI SACUDIR MINAS GERAIS

Antes da Sexta Valente, Carina passou o dia em entrevistas na cidade sede do próximo congresso da UNE. Pela manhã, falou para a Rede Minas de Televisão no programa Opinião Minas. Na oportunidade, Carina destacou a diversidade de vertentes políticas que se reunirão no Congresso. “Este é um dos poucos espaços de diálogos e de encontro da pluralidade das opiniões da juventude brasileira. Desde a construção da programação do congresso da UNE até a eleição dos delegados qualquer estudante pode participar. A gente tem um cuidado muito grande. A gente tem a consciência que essa é maior riqueza da UNE. A pluralidade do movimento estudantil”, afirmou.

> Assista à entrevista:

Carina Vitral também concedeu entrevista ao jornal Hoje em Dia, no qual frisou as demandas atuais da UNE, dentre elas as eleições diretas. “O nosso Congresso anual, que também marca os 80 anos da UNE no Brasil, terá essa marca de lutas atuais (barrar as reformas trabalhista e da Previdência). Voltar a defender as Diretas Já foi uma coisa que nós nunca pensamos que voltaríamos a fazer, mas é uma questão que a atual conjuntura nos obriga”, disse.

Leia: http://hojeemdia.com.br/primeiro-plano/une-quer-reeditar-ato-pelas-diretas-já-em-belo-horizonte-1.467690

A líder estudantil também concedeu entrevista aos portais BHAZ e O Beltrano e à TV Assembléia Legislativa de Minas Gerais, nos programas Mundo Político e Geração, que vão ao ar nas próximas semanas.

SOBRE O CONGRESSO DA UNE

O Congresso é um momento caloroso de debate, integração e disputa política entre jovens de todas correntes de pensamento, movimentos e causas do Brasil. Participam da UNE estudantes da esquerda à direita, militantes da política ou da cultura, ativistas ou empreendedores, a juventude do campo e da periferia, movimentos religiosos ou feministas, negras e negros, indígenas e LGBT. A programação inclui passeata, shows e atos políticos.

No total, são mais de 50 debates com centenas de convidados entre autoridades, artistas, intelectuais, representantes dos movimentos sociais e de diversas organizações. Na pauta, temas como a situação política e econômica do país, democracia, direitos humanos, comunicação e meio-ambiente. Ao final do Congresso, os estudantes definirão os rumos da UNE e do movimento estudantil pelos próximos anos, além de votar e eleger a próxima diretoria e presidência.

INSCRIÇÕES

A inscrição está aberta para qualquer estudante pelo site http://inscricao.une.org.br e dará direito à participação em todas as atividades do 55º Congresso da UNE, como debates, palestras, oficinas, atos políticos, grupos de discussão e intervenções culturais. O inscrito também tem direito ao alojamento, além da alimentação (café, almoço e jantar de quinta a sábado e café e almoço no domingo) e ao translado interno de ônibus entre o alojamento e o local onde ocorrerão as atividades.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo