Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Plenária da Coalizão apresenta manifesto ao povo brasileiro

08/10/2015 às 17:19, por Renata Bars.

Documento propõe iniciativas referentes à proposta de reforma política democrática

A Coalizão pela Reforma Política Democrática e Eleições Limpas, composta por 115 entidades da sociedade civil, entre elas a UNE, realizou sua plenária na tarde da última terça-feira, 6 de outubro, para discutir e apresentar  Manifesto ao Povo Brasileiro: “A raiz da crise está no falido sistema político brasileiro”.

O texto apresenta à sociedade e aos parlamentares o projeto de Reforma Política Democrática e Eleições Limpas, que já tramita na Câmara, com pedido de urgência para votação, mas que não foi objeto de deliberação quando, recentemente houve a aprovação de uma reforma eleitoral na Casa.

Para o diretor de relações internacionais da UNE, Iago Montalvão, a declaração de inconstitucionalidade dada pelo STF ao financiamento empresarial de campanha já foi um grande passo rumo à transformação democrática de nosso sistema político, mas ainda é preciso mais. ‘’Devemos considerar que esse foi um combustível para a nossas lutas para democratizar cada vez mais a política em nosso país, por isso retomamos com mais força do que nunca o Projeto de Lei da Reforma Política Democrática em conjunto com importantes entidades como a OAB e a CNBB através da Coalizão’’, falou.

Dom Leonardo Steiner, secretário geral da CNBB, disse que o longo caminho já percorrido pelo engajamento de pessoas em todo o Brasil pela coleta de mais de 820 mil assinaturas pela proposta de reforma política democrática, indica que a verdadeira reforma está acontecendo pelas mãos e pela vontade do povo. Para ele, “depois de o Supremo Tribunal Federal – STF ter declarado inconstitucional o financiamento de empresas nas eleições, se criou um novo ânimo”, ele ainda recordou da “aprovação mais escalonada” da participação das mulheres na política, aprovada pelo Senado.

Confira o vídeo e saiba mais sobre a campanha:

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo