Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Ocupações de SP recebem apoio de todo o país

25/11/2015 às 11:34, por da UBES.

 

Em vídeos, atos nos estados, fotos e mensagens de solidariedade, secundaristas de todo país legitimam resistência da luta pela educação paulista

A luta em defesa da educação pública e de qualidade em São Paulo segue fortalecida. Na noite da terça (24) já se somavam mais de 170 escolas ocupadas contra a ameaça de fechamento e sucateamento das instituições. Em todo país, estudantes de diversos estados têm prestado solidariedade à resistência dos secundaristas que chegam à terceira semana de mobilização.

Em Santa Catarina, onde o governo estadual também ameaça o fechamento de escolas, as ações dos secundaristas apontam para o enfrentam às medidas, unificando a juventude paulista e catarinense à palavra de ordem: ocupar e resistir.

“Fechar uma escola é dar um passo atrás no direito dos estudantes. Em nosso Estado, cinco escolas estão confirmadas o fechamento, uma delas deve se tornar um batalhão da Polícia Militar. Vai ter muita luta e nenhum fechamento!”, fala a jovem do Instituto Estadual de Educação (IEE), Ana Carolina Ardnt.

Em ato na Câmara Municipal de João Pessoa (PB), na última quinta-feira (19), durante manifestação contra retrocessos e ataque aos direitos do povo, a juventude paraibana confeccionou cartazes em apoio às ocupações de São Paulo.

A Associação Municipal dos Estudantes Secundaristas do Rio de Janeiro (AMES-RIO) também se posicionou contra a ação da polícia que diversas vezes tentou coagir os estudantes nas ocupações. “É um atentado à democracia, fora Alckmin e sua polícia fascista”, divulgaram em nota.

Na Bahia, as ocupações de São Paulo também foram aplaudidas como símbolo de luta na construção da nova escola. Junto ao grêmio estudantil do Instituto Federal Baiano Governador Mangabeira, a secundarista Viviane Leite também se posicionou. “Não fecha, não! Declaramos apoio aos estudantes de São Paulo junto com o grêmio e a ABES”, disse.

Outras manifestações com gravações de vídeos e envio de fotos tem movimentado as redes sociais de organizações estudantis com a União Municipal dos Estudantes Secundaristas de Manaus (veja aqui). No Mato Grosso, Espírito Santo e Rio Grande do Sul também houve ações de apoio.

No Maranhão, durante o período de aula, os alunos da Fundação Nice Lobao, o Cintra, gravaram um vídeo com a participação das turmas durante o intervalo. Assista aqui.

O CHILE ESTÁ COM A GENTE

A secretária-geral da Associação Chilena dos Estudantes Secundaristas, Barbara Navarrete, também manda o seu apoio à luta dos estudantes das ocupações. Acesse aqui.

Abaixo, algumas das entidades e instituições que apoiam a luta em SP :

– União Municipal dos Estudantes Secundaristas de Manaus (AM)

– Associação Chilena dos Estudantes Secundaristas

– Associação Matogrossense dos Estudantes (MT)

– Associação Municipal dos Estudantes Secundaristas do Rio de Janeiro (RJ)

– Associação dos Estudantes Secundaristas da Paraíba (PB)

– Associação Baiana Estudantil Secundarista (BA)

– Colégio UNESC – Criciúma (SC)

– Centro Integrado do Rio Anil – CINTRA (MA)

– Estudantes da E. E. B. Jurema Cavallazzi – Florianópolis (SC)

– Estudantes de Itabuna, Bahia (BA)

– Grêmio Margarida Maria Alves (ES)

– Grêmio Estudantil da EEB Maria Correa Saad – Garopaba (SC)

– Grêmio Estudantil do IF Baiano Governador Mangabeira (BA)

– Instituto Federal Santa Catarina Campus Comburiu (SC)

– Instituto Federal Santa Catarina Campus Itajaí (SC)

– União dos Estudantes Secundaristas do Espírito Santo (ES

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo