Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Movimentos sociais se reúnem com Ministro Ricardo Berzoini

10/12/2015 às 19:24, por da Redação .

Encontro ocorreu na manhã desta quinta-feira (10) no Palácio do Planalto

Representantes de movimentos sociais da Frente Brasil Popular se reuniram na manhã desta quinta-feira (10) com o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Ricardo Berzoini.

O objetivo da reunião foi receber dos movimentos sociais uma série de pautas que serão apresentadas à presidenta da República, Dilma Rousseff, em um encontro que deverá ocorrer em nos próximos dias.

Para os movimentos sociais, muitas pautas que podem fazer o país avançar e aprofundar as conquistas sociais estão travadas em decorrência das disputas políticas e também da crise econômica mundial.

As centrais sindicais apresentaram os avanços da classe trabalhadora e a preocupação com a retomada do crescimento. Movimentos do campo colocaram na mesa a questão da reforma agrária e a União Nacional dos Estudantes defendeu que os cortes não atinjam a área da Educação, setor estratégico para o desenvolvimento do país.

“Viemos aqui apresentar as nossas pautas para fazer o Brasil avançar e continuar mudando a vida do povo. Não viemos aqui condicionar as nossas pautas ao apoio, nesse momento, de lutar contra o impeachment da presidenta Dilma. Não viemos aqui achacar, não somos mais um dos achacadores que se aproveitam de momentos de crise. Nosso compromisso é de mudar a vida do povo”, disse a presidenta da UNE, Carina Vitral. “Não existe condicionamento da luta contra o impeachment a essas pautas. Os movimentos sociais são contra o impeachment porque é um processo sem base legal.”, pontuou.

O presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Adilson Araújo, criticou o uso político da crise no Brasil. Segundo ele, o impacto deste uso político chega a ser 2,5% na retração. “O que vemos é a paralisação na exploração do Pré-sal, o fechamento de estaleiros, a paralização das obras. Tudo isso cria muitas dificuldades para a retomada do crescimento”, frisou.

FRENTE

A Frente Brasil Popular foi lançada no começo do mês de setembro em Belo Horizonte e reúne diversos movimentos sociais de diferentes setores como a UNE, CUT, MST , UBM, Unegro e CTB.

A Frente pretende pensar o futuro e apresentar um projeto alternativo ao país, de caráter popular com diversas forças sociais de todos os Estados da Federação. Entre os pontos defendidos pela Frente estão a defesa dos direitos dos trabalhadores; a defesa dos direitos sociais; a defesa da democracia; a defesa da soberania nacional, do petróleo, do pré-sal e das riquezas naturais; lutar por reformas estruturais e populares como a reforma política; e a defesa dos processos de integração latino-americana.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo