Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Movimentos sociais lotam Paulista em solidariedade a Lula e por democracia

21/07/2017 às 19:38, por Redação com informações da Rede Brasil Atual e Frente Brasil Popular.


(Cuca da UNE)

Estudantes também compareceram em ato desta quinta-feira (20/7) em São Paulo

Milhares de pessoas lotaram a avenida Paulista na noite de quinta-feira (20/07) para defender a democracia e prestar solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva condenado sem provas pelo juiz Sergio Moro, na Operação Lava Jato.

O protesto teve a adesão de diversas organizações e movimentos sociais como o MST, as Centrais Sindicais, o Sindicato dos Professores de São Paulo, entre muitos outros.

Em pronunciamento o ex-presidente voltou a defender eleições diretas e pedir a renúncia do presidente ilegítimo, Michel Temer (PMDB). “Se o Temer tivesse um mínimo de compromisso com o povo, ele renunciaria”, disse.

Para ele a única saída para o país são eleições diretas. “O único jeito é o povo eleger um presidente que não tenha vergonha de olhar na cara do povo. Que não seja preconceituoso contra negros, mulheres, indígenas, pessoas com deficiência, LGBT. Alguém que defenda a soberania nacional e não fique só dizendo sim para os Estados Unidos e a Europa”, disse.

Lula também voltou a dizer que a condenação é infundada e apontou para outros interesses que levaram a essa decisão. “Como não podem me derrotar na política, querem me derrotar com o processo. Todo dia é processo. Todo dia é inquérito. Todo dia é delação. Eu gostaria que o Ministério Público, a Lava Jato, a Polícia Federal, o Moro, se tiver uma prova que o Lula recebeu cinco centavos na Lava Jato, me prendam. O que não pode é, para me prejudicar, acabar com a Petrobras, com o BNDES, o Banco do Brasil, milhões de empregos”, afirmou.

Ele ainda agradeceu à população pelos atos de solidariedade.

Presidenta da UNE, Marianna Dias, fala a multidão

A presidenta da UNE, Marianna Dias, também falou aos presentes. “A UNE estará em todos os lugares em que se defende a democracia, condenação sem provas é injustiça. A perseguição da mídia, e do judiciário de forma seletiva é grave. Portanto defender a democracia é também ter solidariedade ao Lula”.

No final do ato Lula mandou um recado para os estudantes. Assista o vídeo do Cuca da UNE:

 

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo