Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

JOGO 10 DA NOITE NÃO!

23/09/2015 às 18:02, por Renata Bars.

Campanha pede a mudança no horário dos jogos de futebol

O horário das partidas do campeonato brasileiro de futebol vem deixando muitos torcedores insatisfeitos. Quem vai ao estádio ás 10 da noite acaba prejudicado pela falta de transporte público e todos os problemas decorrentes do horário avançado. Pensando nisso, o Coletivo Futebol, Mídia e Democracia lançou no último dia 9 de setembro a campanha ‘’Jogo 10 da noite, não’’, com o intuito de evidenciar este importante debate.

‘’ A ideia é chamar a atenção de torcedores, prejudicados pelo horário das 10 da noite principalmente pela questão do transporte público, para a importância de se discutir e combater o monopólio midiático da Rede Globo sobre os direitos de transmissão e rechaçar a falta de respeito da emissora com o torcedor’’, falou o coordenador do coletivo, Thiago Cassis.

Embora a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) tenha programado alguns jogos para às 11 da manhã dos domingos, Cassis argumenta que o novo horário não muda o fato de que muitos torcedores são prejudicados por conta dos jogos que começam às 22h. ‘’A hora que o jogo termina o torcedor não tem como voltar para casa utilizando transporte público. E ai não importa se é um ou três jogospor semana nesse horário. Os direitos de muitos torcedores são feridos por conta de uma decisão que envolve a grade de programação de uma emissora e isso não faz sentido’’, destacou.

Das redes para as arquibancadas

A campanha vem crescendo nas redes e também nas arquibancadas. Na última quarta-feira (16/9) torcedores demonstraram apoio mesmo durante os jogos.

Em Belo Horizonte, a partida entre Cruzeiro e Vasco, contou com a presença de integrantes do coletivo que panfletaram e conversaram com os torcedores na porta do estádio do Mineirão. Já em Porto Alegre, o jogo entre Internacional e Corinthians exibiu uma faixa com o logotipo da campanha diretamente da arquibancada.

Saiba mais

Para informações sobre as próximas ações, acesse a página da campanha no Facebook  e também do Coletivo.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo