Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Fora Temer por democracia e em defesa dos nossos direitos

09/09/2016 às 12:45, por Cristiane Tada com fotos da Mídia Ninja .

Segundo ato no Largo da Batata levou protesto para a porta do golpista; novo ato será no dia 11/9 às 14h no Masp

O Largo da Batata na capital paulista ficou pequeno para tanta indignação no começo da noite de quinta-feira (8/9). Jovens, muitos jovens reunidos para reafirmar que o governo golpista de Michel Temer não os representa. Cerca de 15 mil pessoas marcharam da Zona Oeste de São Paulo até a região de Alto de Pinheiros, em frente à casa de Temer, para protestar contra o governo ilegítimo.

Os jovens são secundaristas, universitários, de coletivos, organizações partidárias, ou apenas estudantes que não se conformam e resolveram se manifestar com cartazes, disposição para entoar palavras de ordem e coragem. Após as últimas manifestações em São Paulo, as demonstrações de truculência gratuitas da PM é preciso coragem para exercer o direito constitucional de se manifestar politicamente no Estado comandado por Geraldo Alckmin.

Apesar do aparato desproporcional da Polícia Militar no ato, com direito a helicóptero acompanhando todo o trajeto, caminhões e homens do choque, dessa vez não houve violência. No entanto, os agentes do Estado cercaram a fachada que dava acesso ao edifício presidencial. O ato terminou em um entroncamento da rua Capepuxis, com coros de Fora Temer ecoando por toda a vizinhança.

foratemercasa

Na rua da casa do golpista Fora Temer

“A gente está na rua porque a gente quer defender os nossos direitos. Esses últimos anos em que estávamos acostumados a lutar e conquistar estão comprometidos porque se não tem democracia, não tem direitos. A gente não pode esperar SUS, universidade, nenhum direito trabalhista. O governo que está aí é golpista e precisamos ir para a rua pedir novas eleições para que a democracia possa ser restabelecida no nosso país”, destacou a diretora da UNE, Marianna Dias.

As eleições diretas tem sido uma bandeira unificada nas ruas de todo o Brasil para assegurar que o povo decida quem ocupará a presidência da República e principalmente qual o plano de governo será colocado em vigor. O programa golpista já cortou o investimento em programas sociais, tem ameaçado a CLT e a previdência, bem como vai estagnar o investimento em educação na contramão dos diversos avanços conquistados nos últimos anos.

“Não podemos mais cair na ilusão de que conseguiremos novas eleições através do Congresso Nacional ou através das vias jurídicas do país. Precisa ser um projeto criado pelas ruas. Precisamos agora é de um amplo poder popular e que a população saia para as ruas porque estão indignadas com o que está acontecendo no Brasil”

As Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo já convocaram a população para o próximo ato #ForaTemer neste domingo. dia 11/9, às 14h, no MASP.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo