Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/une/public_html/site/wp-includes/post-template.php on line 284
UNE - União Nacional dos Estudantes » Falsificar carteira de estudante é crime e pode dar cadeia de até 5 anosFalsificar carteira de estudante é crime e pode dar cadeia de até 5 anos Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Falsificar carteira de estudante é crime e pode dar cadeia de até 5 anos

24/05/2018 às 17:40, por Redação.

Padrão Nacional de 2018 da Carteira de Identificação Estudantil

Desde 2013 o documento foi padronizado nacionalmente e está mais seguro 

A Polícia Civil de Pato de Minas, em Minas Gerais, desarticulou um esquema de falsificação do documento estudantil na semana passada (15/05) em que os investigadores acreditam que 24 mil carteiras estudantis adulteradas foram feitas para pessoas que estão fora de escolas e cursos.

Estamos em vigilância permanente. Buscamos junto ao Procon e ao Ministério Público combater os falsificadores e toda vez que temos alguma informação sobre isso adotamos as medidas legais para que sejam combatidos. É dever dos estudantes e do movimento estudantil combater os falsificadores de carteira, porque é o direito de toda uma categoria que é atacado”, destacou o tesoureiro da UNE, Ivo Braga sobre o assunto.

Comprar” uma carteira estudantil falsa pode até parecer um delito qualquer, mas é um crime grave.

De acordo com a Polícia Civil de Minas Gerais quem usa um documento falsificado comete crime de falsidade ideológica ou uso de documento falso, e até mesmo de estelionato, pode ser presa em flagrante, com pena que varia de dois a cinco anos de prisãoJá quem vende documentos falsos pode responder por falsificação de documento público, com a mesma regra de punição.

o direito na mão de quem tem direito

Desde 2013, quando a atual Lei da Meia-Entrada (Lei n. 12.933/93) foi promulgada, e concedeu à UNE e outras entidades estudantis a responsabilidade definir o padrão nacional da Carteira de Identificação Estudantil (CIE), a entidade buscou alternativas para que o documento seja seguro e confiável. Essas alternativas vão desde características físicas na CIE até a validação eletrônica do documento.

A Lei foi uma conquista importante, o primeiro diploma legal com validade nacional sobre esse assunto. Foi na prática a institucionalização do direito da meia-entrada, para que todos os estudantes do Brasil possam usufruir de seu direito a pagar 50% do ingresso de forma clara e transparente.

Até então vivíamos uma situação de completa desregulamentação, tínhamos as leis estaduais e a medida provisória 2208/2001 que permitia que qualquer carteira ou comprovante de matrícula emitido por qualquer entidade ou instituição de ensino em tese desse o direito à meia-entrada, no entanto o efeito foi justamento o inverso. Como qualquer papel poderia ser instrumento de obtenção do direito na prática o que aconteceu é que todo mundo comprava meia, a meia virou a inteira e a inteira o dobro. A nova Lei vem para reorganizar e devolver ao estudante o direito de pagar efetivamente 50% do valor cobrado”, explicou Ivo.

Quem tem direito?

Todo estudante tem direito ao Documento do Estudante. Ele só precisa estar regularmente matriculado em uma destas modalidades de ensino: infantil, fundamental, médio e técnico, graduação, especialização, mestrado e doutorado, seja no ensino presencial ou a distância.

Como solicitar a minha?

A carteira com identificação padronizada pelas entidades estudantis, UNE, UBES e ANPG garante o direito a pagar meia em todo território nacional em eventos culturais e esportivos. O Documento pode ser adquirido por meio do site www.documentodoestudante.com.br


Notice: Uninitialized string offset: 0 in /home/une/public_html/site/wp-includes/class-wp-query.php on line 3149
Pular para o Conteúdo Pular para o Topo
Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/une/public_html/site/wp-includes/functions.php on line 3743