Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Estudantes protestam nesta quarta (12) contra corte no Passe Livre

10/07/2017 às 16:34, por Sara Puerta.


Prefeito de SP João Dória (PSDB) limitou o direito estudantil até quatro embarques por dia

As entidades estudantis, UNE, UBES, UPES, ANPG e UEE-SP estão convocando os estudantes para um protesto com concentração em frente à Prefeitura de São Paulo, nessa quarta-feira (12.07), a partir das 15h.

> Confirme presença: https://goo.gl/ccNZko

Os estudantes vão para as ruas, mais uma vez, em defesa da mobilidade urbana e da garantia do direito ao passe-livre estudantil.

No último sábado (08/07), a Prefeitura de São Paulo, divulgou novas regras do benefício que limitam o tempo de embarque e as cotas mensais. Antes, o estudante poderia fazer até oito embarques durante as 24 horas do dia, gratuitamente, o que facilitava a vida principalmente para os que moram mais longe.

Com a nova regra a partir de 1º de Agosto, conforme publicado no Diário Oficial, serão duas cotas diárias, com duração de duas horas, sem exceder quatro embarques.

A publicação prevê ainda que as cotas poderão variar, conforme a frequência exigida pela instituição de ensino ( de 10 cotas por mês para cursos

que exijam uma presença por semana a até 48 cotas por mês para curso que exijam cinco presenças por semana).

A UEE -SP repudia a medida da Prefeitura por alterar o direito já concedido aos estudantes de escola pública, de baixa renda, bolsistas do ProUNI e benefiários do FIES.

“Não podemos limitar a mobilidade do estudante de acordo com a sala de aula. Sua formação está também nos espaços públicos. Como fica para aqueles alunos que trabalha e estuda?”, questiona Nayara Souza, recém-eleita presidenta da UEE-SP.

De acordo com a entidade desde o início de seu governo, João Doria (PSDB) demonstra que a juventude, a educação e cultura não fazem parte de suas prioridades, como exemplo a reorganização da virada cultural, o crime de apagar todas as obras de graffiti pela cidade, o seu projeto de privatizar os parques e as novas medidas do Passe Livre Estudantil. > Leia aqui a nota da UEE-SP na íntegra.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo