Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Estudantes, professores e servidores protestam contra corte de verbas da UPE

22/05/2015 às 17:59, por Renata Bars.

Manifestantes também pedem por melhores condições de infraestrutura e outras reivindicações

Estudantes, professores e servidores da Universidade de Pernambuco (UPE) realizaram na manhã da última quarta-feira (20/5), uma caminhada em protesto contra o corte na verba da instituição. Além disso, os manifestantes também reivindicaram melhorias na  infraestrutura  dos centros de ensino e hospitais universitários, e mais assistência estudantil.

A caminhada teve início no Hospital Oswaldo Cruz, no bairro de Santo Amaro, e seguiu até o Palácio do Campo das Princesas, no bairro de Santo Antônio. Com narizes de palhaço faixas e cartazes, a manifestação seguiu mesmo depois da forte chuva que caía na cidade.

Chegando ao Palácio, uma comissão formada por representates do Sindicato dos Servidores (Sindupe), da Seção Sindical dos Docentes (Adupe) e do Diretório Central dos Estudantes da UPE se reuniu com a Secretaria de Ciência, Tecnologia Inovação, Lúcia de Melo, e o Secretario da Casa Civil, Marcelo Canuto.

Para a presidenta da União dos Estudantes de Pernambucano (UEP), Melka Pinto, a mobilização foi importante, pois reafirmou a defesa da universidade. ”Não precisamos de cortes, mas sim de mais assistência. Precisamos que as universidades tenham real estrutura para atender à comunidade”, disse.

O corte de verbas reclamado pela comunidade teria sido provocado pelo Plano de Contingenciamento de Gastos instaurado em 3 de fevereiro pelo Governo do Estado. Publicado no Diário Oficial, o plano prevê a racionalização de R$ 320 milhões ao longo de 2015.

Em nota, o Governo do Estado informou que não haverá cortes na verba.  ‘’ Ao contrário do que vem sendo amplamente divulgado, não há nenhum corte na verba de custeio previsto para o exercício de 2015. Na verdade, em relação ao ano de 2014, há um aumento de mais de R$ 600 mil na verba de custeio da Universidade de Pernambuco (UPE), que ficou em R$ 25 milhões.’’, afirma o documento.

Foto – Ricardo B. Labastier/JC Imagem

Serviço

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo