Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Estudantes pressionam o MEC em defesa da UnB e da educação pública

09/04/2018 às 16:58, por Cristiane Tada.


Universidade criada por Darcy Ribeiro é a mais nova ameaçada de parar o funcionamento devido as cortes feitos pelo governo

Nesta terça-feira, 10 de Abril, estudantes de uma das mais importantes universidades do país, a Universidade de Brasília (UnB) realizam um ato de protesto contra a politica de austeridade fiscal na educação em frente ao Ministério da Educação, na capital federal. A concentração será as 10h em frente ao Museu Nacional. Alguns cursos da universidade devem inclusive paralisar as aulas.

A UnB enfrenta uma grave crise, devido às restrições orçamentárias impostas pelo Ministério da Educação, o que coloca em risco o funcionamento da instituição.

Vamos fazer piquetes em frente dos departamentos para chamar os estudantes e haverão ônibus saindo da UnB para a concentração do ato no Museu Nacional. De lá vamos marchar até o MEC e vamos entregar uma carta construída com a UNE, SINTFUB, Fasubra e Andes, entidades que se somam ao ato”, explicou a estudante de museologia, Amanda Costa, representante do DCE UnB Honestino Guimarães – Gestão Todas as Vozes.

De acordo com a estudante, alunos e comunidade acadêmica estão começando a sentir o reflexo dos cortes principalmente depois da aprovação da Emenda Constitucional 95.

De 2016 para 2017 a UnB teve um corte de mais ou menos 47% no orçamento, foram 80 milhões. Além disso 50% desses recursos serão geridos para o MEC. Ou seja, será metade da metade dos recursos de 2016”, ressaltou.

Além de todos os cortes a UnB também tem um limite de arrecadação, parte dos recursos que a universidade arrecada anualmente acaba voltando para a União. Com os cortes a devolução dessa arrecadação para a União tem sido sofrida.

Amanda relata ainda as tentativas de contingenciamento por parte da reitoria que tem prejudicado muito os estudantes como a tentativa de aumentar o preço do RU de R$2,50 para R46,50; a revisão de contratos das empresas terceirizadas que resultou na demissão de servidores da limpeza e segurança – um problema constante na universidade; e na última semana a demissão mais de mil estagiários da instituição.

Para falar desses problemas os estudantes realizaram uma assembleia geral no último dia 29 de Março na reitoria, para cobrar um posicionamento da direção da universidade e onde decidiram pressionar o MEC. Na reunião Denise Imbroisi, decana de Planejamento e Orçamento da UnB chegou a anunciar que com a crise financeira, se não houver contingenciamento a instituição poderá parar de funcionar no mês de agosto.

Experiência Educadora

A Universidade de Brasília foi inaugurada em 21 de abril de 1962, com a promessa de reinventar a educação superior. Na construção da universidade estão nomes como antropólogo Darcy Ribeiro, o educador Anísio Teixeira e o arquiteto Oscar Niemeyer que transformou as ideias em prédios. Durante três anos consecutivos, a instituição obteve nota máxima no Índice Geral de Cursos do MEC e é destaque na área de pesquisa, sendo reconhecida internacionalmente por cursos como o de relações internacionais.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo