Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Estudantes constroem a Semana Nacional de Defesa à Educação

28/05/2015 às 19:43, por Cristiane Tada e Renata Bars .

Atos em todo o país manifestam descontentamento dos estudantes com a falta de prioridade no setor

Desde a semana passada o anúncio do corte de R$9 bilhões no orçamento da educação, fruto dos ajustes fiscais promovidos pelo governo a UNE tem convocado a estudantada de todo o Brasil para a luta.

No último período o movimento estudantil teve grandes conquistas a partir da concretização de bandeiras históricas como a vinculação dos royalties do petróleo e metade do fundo social do pré-sal para a educação e a vitória de um PNE com metas ousadas como a do investimento de 10% do PIB para esse setor e o contingenciamento no setor vai na contramão desses avanços.

Em Pernambuco, estudantes ocuparam a frente do Banco Central para deixar claro que não aceitarão nenhum centavo a menos para a educação.  UBES, UMES, UEP e UNE, os secundaristas ocuparam a frente do Banco Central da capital pernambucano. O ato partiu do Ginásio Pernambucano e seguiu em direção à Assembleia Legislativa, onde os estudantes puxaram palavras de ordem em defesa dos professores que entra​ra​m em greve no último mês.

Em São Paulo, a mobilização começou cedo na Uninove- Memorial, no bairro da Barra Funda, da capital. “O corte fere diretamente programas sociais como o Fies, que garantiu e garante o acesso de muitos jovens á universidade. Por outro lado a nossa universidade precisa investir em qualidade, acabando com as disciplinas online obrigatórias, que precarizam e sucateiam o nosso ensino. Por isso seguiremos mobilizados para que não haja aumento abusivo da mensalidade para o próximo semestre – pratica comum da nossa instituição”, ressaltou a presidenta do DCE Livre, Eloina Paes.

Com o mesmo espírito na capital paulista também estão programados atos na FMU para esta noite. Na terça-feira (26) uma manifestação em frente a Faculdade Anhanguera de São Bernardo, no Jardim do Mar, reuniu centenas de estudantes. Na Anhanguera de Campinas, o ato foi em frente a lanchonete na quarta-feira (27/5) a noite e reuniu cerca de 200 estudantes.

Em Salvador, integrantes da União dos Estudantes da Bahia (UEB) coletaram assinaturas para apresentar um documento em defesa do Fies e contra a cobrança de taxas nas emissões de documentos por parte das universidades privadas no estado.

Em Santa Catarina no Instituto Federal Catarinense acontece um ato agora às 19 horas manifestando repúdio aos ajustes governamentais.

Na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) o ato contra o contingenciamento na verba da educação e a precarização das leis trabalhistas acontece na manhã da sexta-feira (29/5). A passeata sairá do campus localizado no bairro Goiabeira, em Vitória, às 7h da manhã e seguirá em marcha até a Assembleia Legislativa do estado.

Até o fim da semana acontecem atos ainda em Minas Gerais, Goiás, e no Rio Grande do Sul.

Assista o vídeo de Pernambuco: video-1432852785.mp4

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo