Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Estudantes de medicina da USP entram em greve por falta de médicos no HU

13/11/2017 às 16:06, por Renata Bars.

Funcionários e médicos do HU também fizeram greve em 2016
Uol Educação

Hospital universitário passa por processo de desmonte e demissões que levaram à perda de mais de 200 profissionais

Estudantes de medicina da Universidade de São Paulo (USP), entraram em greve nesta segunda-feira (13) em protesto contra o desmonte e a falta de profissionais no Hospital Universitário (HU) da instituição. Segundo os manifestantes, a precarização ocorre devido à uma política de corte de gastos promovida pela reitoria juntamente com dois Planos de Incentivo à Demissão Voluntária (PDVIs) que levaram a uma perda de mais de 200 funcionários.

”O que está faltando neste hospital é gente trabalhando, queremos que o reitor contrate os profissionais necessários, por isso a greve”, falou a presidenta do Centro Acadêmico de Medicina Oswaldo Cruz (Caoc), Maria Luiza Corullom.

Para ela, a falta de médicos prejudica não só a população que utiliza os serviços do HU, mas também os estudantes.

”Não dá para separar o ensino da assistência que temos no hospital. A gente aprende com os médicos, aprende com a prática auxiliada por profissionais”, explicou Maria Luiza.

O Sindicato dos Trabalhadores da USP (Sintusp) afirma que, desde 2014, o hospital perdeu cerca de 300 funcionários, enfermeiros e auxiliares de enfermagem na maioria. Desses, 43% eram médicos. A diminuição também levou ao fechamento de 49 leitos.

Os estudantes solicitaram uma reunião com a reitoria, mas, até o momento, não obtiveram resposta.

ATIVIDADES

Uma aula pública aconteceu hoje na Faculdade de Medicina para abordar a atual situação do HU, sua forma de financiamento e a importância da realização de contratações para a manutenção de seus moldes de hospital-escola.

Um abaixo-assinado em prol do HU circula pela internet e você pode assinar aqui.

Um ato está marcado para a próxima terça-feira (21), a partir das 17h no Vão Livre do Masp.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo