Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Secretário-geral da UNE é preso por protesto contra Eduardo Cunha

05/11/2015 às 16:23, por da Redação/ Foto: Lula Marques.

“Escracho” fez chover dólares falsos sobre o presidente da Câmara dos Deputados

Na tarde desta quarta-feira (04), jovens que acompanhavam a sessão no Plenário da Câmara dos Deputados em Brasília, lançaram no presidente da casa, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) milhares de “dólares” fictícios estampados com o rosto do parlamentar. O ato conhecido como “escracho” tinha como objetivo escancarar as acusações de corrupção passiva e lavagem de dinheiro contra o deputado peemedebista. “Nossa ação representou o que milhares de jovens desejariam fazer. Isso era o que queríamos, poder representar o sentimento e e a expectativa da juventude”, afirmou o secretário-geral da UNE, Thiago Pará. 

Depois da ação, Pará e a jovem Carla Bueno, do Levante Popular da Juventude foram detidos pela polícia legislativa, escutados e liberados logo depois. Cunha é acusado de receber US$ 5 milhões, para facilitar o contrato de aluguel de navios-sonda entre a Petrobrás a empresa Samsung Heavy Industries. As denúncias fazem parte da operação Lava Jato e tiveram novas provas para endossar as acusações com o envio de documentos pelo Ministério Público da Suíça, que afirmam que Cunha guardava o dinheiro em contas secretas.

Organizações e movimentos sociais estão mobilizando a população dos estados brasileiros para tomarem às ruas no dia 13 deste mês contra os retrocessos anunciados nos últimos meses. As pautas reivindicadas estarão centradas na defesa da democracia, contra o golpismo, defesa dos direitos dos trabalhadores, contra os ajustes neoliberais na política econômica, em defesa das reformas estruturais e da Petrobrás e no pedido de “Fora Cunha”.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo