Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Escola de samba em Manaus homenageia entidades estudantis

29/01/2016 às 17:31, por Renata Bars/ Foto ilustrativa: Rota do Samba.

Grêmio recreativo Ipixuna traz em seu enredo ”a luta pela juventude”

O carnaval do Amazonas tem mais um motivo para festejar. Neste ano, o Grêmio Recreativo Escola de Samba Ipixuna escolheu homenagear as entidades estudantis e o engajamento dos jovens. Com o enredo intitulado ”A luta pela juventude”, a agremiação desfila no próximo dia 4 de fevereiro, no sambódromo de Manaus.

Inicialmente criada como bloco carnavalesco, a Escola de Samba Ipixuna subiu para o grupo de acesso do carnaval amazonense em 1984. De lá pra cá já frequentou o grupo especial diversas vezes, sempre trazendo temas importantes para a avenida.

Em 2012, o enredo escolhido abordou a história do Partido Comunista do Brasil e seus 90 anos de história.

O enredo 2016, escrito por Daniel Sales, Bosco das Letras e Yann Evanovick, prova novamente que política também dá samba. A canção conta a história de doze tribos que fugiram de suas terras por padecer nas mãos de opressores quando finalmente encontram alento na terra dos estudantes – representados pela figura do tigre – onde não há discriminação todos são tratados como iguais.

Para o diretor da UNE no Estado, Kennedy Costa, a ideia da Escola é a cara da juventude. ”Os jovens seguem sempre ocupando as ruas, por melhorias, por mais direitos. Agora vamos ocupar também a avenida”, brincou.

O lançamento oficial do enredo acontece no próximo sábado (30), a partir das 18h, na Rua Alexandre Amorim em frente à igreja da Aparecida, bairro Aparecida, em Manaus.

Confira a letra e participe:

Sem suportar
As doze tribos padeciam de dor
Oprimidas e humilhadas pelo grande opressor
Após tanto sofrer se rebelaram
Começa então a batalha da esperança
Os povos unidos se agigantam
E uma nova era começou ô ô ô
Bandeiras de luta desfraldaram
Assim o povo marchou
Em busca da morada eterna
Atravessaram vales e montanhas
Planície desbravaram, rios e mares profundos
Tudo em prol da justiça social

A liberdade não tem preço é sem igual
Em noite de tempos e sonhos
Na gira das sacerdotisas
Sono profundo, risos e cantos
Pela manhã novo acalanto
Surgiu um paraíso deslumbrante

Mas um esturro provocante
Anunciava o Oráculo
Quem sou eu? Sou o Tigre do samba de verdade
Sejam bem vindos camaradas
Pois aqui reina a liberdade
Na fonte da juventude
Todos são iguais, não existe descriminação
Vem beber dessa água, vem ser jovem imortal
E na batida do tambor consagrar os ideais
Avante bravos guerreiros
O bem venceu o mal
Tudo é festa hoje é carnaval
UNE/UBES somos nós
Nossa força nossa voz
Nesse carnaval com a Ipixuna
Vou arrepiar geral

 

*A foto que ilustra a matéria é da escola de samba Imperatriz Dona Leopoldina, no Carnaval de Porto Alegre, em 2012, que homenageou a UNE.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo