Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Entidades estudantis rechaçam aprovação da redução na Câmara

20/08/2015 às 13:24, por Cristiane Tada.

Deputados aprovaram projeto que reduz para 16 anos maioridade penal; PEC 171 segue para o Senado agora

UNE e UBES afirmam que aumentarão ainda mais as mobilizações contra a redução da maioridade penal. Leia a nota das entidades:

REDUÇÃO É ROUBADA

Na noite desta quarta-feira, 19 de agosto, a Câmara dos Deputados escreveu mais uma página vergonhosa de sua recente história de retrocessos com a aprovação em segundo turno da proposta de redução da idade penal no Brasil.

Contra todos os estudos a respeito do tema no país e no exterior, opiniões de especialistas e ignorando completamente a posição dos movimentos sociais de juventude, a Câmara de Eduardo Cunha avançou na sua sanha de encarcerar e eliminar aqueles que estão do lado mais fraco da corda: os jovens negros das periferias brasileiras.

Mais uma vez, o movimento estudantil e outras entidades representativas foram impedidos de acompanhar as votações nas galerias do plenário, em uma demonstração de violência à liberdade de expressão e à democracia que a Casa deveria representar. Desde o início do trâmite da PEC 171, que contou com spray de pimenta e agressão física de estudantes na sua comissão especial, entre eles as presidentas da UNE e da UBES, o autoritarismo tem sido a regra. Na votação do projeto em primeiro turno, foi necessário recorrer a uma liminar do STF para exercer o direito constitucional de acesso ao parlamento. Mesmo com a rejeição da PEC em plenário, Eduardo Cunha e seus aliados realizaram uma manobra ilegal para aprová-la à força no dia seguinte.

A União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) e a União Nacional dos Estudantes (UNE) aumentarão ainda mais as mobilizações contra a redução, que agora segue para o Senado Federal. Ainda há muita luta e os estudantes brasileiros não desistem fácil. A cada dia, mais jovens se envolvem com a grande coalizão criada contra a PEC 171, que se espalhou pelo Brasil em ações culturais, educativas, pelas ruas e pelas redes, demonstrando de todas as formas que redução é roubada.

A luta continua, nas periferias, nas escolas, nos meios de comunicação, em todos os espaços que puderem ser ocupados.

Somos muitos e estamos do lado certo.

Não à redução!

Aqui está presente o movimento estudantil.

:: União Brasileira dos Estudantes Secundaristas ::
:: União Nacional dos Estudantes ::
:: 19 de agosto de 2015 ::

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo