Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Entidades estudantis de todo o país já podem se cadastrar para emitir carteira

07/01/2016 às 19:07, por Cristiane Tada.

Credenciamento está aberto no endereço  www.une.org.br/cadastro

DCEs, Cas, bem como entidades estaduais e municipais que tem interesse em aderir ao sistema nacional de emissão de carteiras estudantis no novo padrão nacional conforme determina a Lei da Meia-Entrada (12.933/2013) já podem se cadastrar no www.une.org.br/cadastro disponibilizado pela UNE, UBES e ANPG.

As entidades deverão preencher um cadastro eletrônico e enviar os documentos de: atas de Eleição e Posse; Estatuto da Entidade; CNPJ; RG e CPF dos Responsáveis Legais pela Entidade; Comprovante de Endereço da Entidade. Estes dados cadastrais passarão por conferência da documentação para serem aprovados e assegurar o repasse financeiro do valor das carteiras estudantis.

O tesoureiro da UNE, Ivo Braga, lembra que as entidades representativas da rede do movimento estudantil, sempre emitiram a Carteira de Identificação Estudantil através do sistema da UNE, UBES ou ANPG desde a época em que o sistema era precário e em cédulas de papel.

Com o avanço tecnológico se passou para os famosos “PVCs” em que a foto 3×4 e as informações pessoais dos estudantes eram coladas com plástico adesivo “overlay”, depois as informações passaram a ser impressas no PVC através de termoimpressoras.

“Finalmente agora progredimos para esse sistema totalmente seguro em que a solicitação remota, a confecção em gráfica de segurança e o envio postal. Através dessa plataforma de cadastro que disponibilizamos, as entidades também poderão ter acesso ao extrato de emissões para sua base e ao saldo dos repasses referentes às emissões, bem como enviar os logotipos para a impressão dos 50% de características locais que a lei assegura” , explicou Braga.

O novo padrão que inclui layout diferenciado, QR Code e tarja magnética, impressão em gráfica de segurança, entre outros, é a garantia contra fraudes e da meia-entrada no valor de meia realmente de volta para os estudantes.

Leia da Meia-Entrada

A lei da meia-entrada (Lei 12.933/2013), em vigor desde o dia 1 de dezembro de 2015 padroniza nacionalmente a carteira de identificação estudantil, reforça a fiscalização sobre a emissão do documento e assegura que um piso de pelo menos 40% de ingressos para espetáculos artísticos, culturais e esportivos sejam reservados exclusivamente para estudantes, deficientes e jovens de baixa renda.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo