Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Diretor da UNE denuncia lgbtfobia na Estadual do Rio Grande do Norte

04/04/2016 às 15:44, por Rafael Minoro.

Caso ocorreu na semana passada e já gerou série de protestos dos estudantes contra professor

O 1º Diretor de Universidades Públicas da UNE, Gabriel Medeiros de Miranda, estudantes de Direito da UFRN, denuncia em nota o lamentável caso de lgbtfobia na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte.

O professor da instituição, João Araújo Pereira Neto, afirmou durante uma aula que “Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transsexuais um mal para a sociedade e merecerem o extermínio.”

O DCE da UERN também se posicionou. “Na ocasião um estudante LGBT rebateu suas ´afirmações´ e o mesmo sofreu agressões morais de repressão, chegando a se retirar da sala, abalado psicologicamente. As medidas legais e necessárias estão sendo tomadas e o estudante esta sendo acompanhado pelo DCE”, diz nota divulgada pela entidade estudantil.

Leia abaixo:

NOTA DO DIRETOR DA UNE

FASCISTAS, LGBTFÓBICOS, NÃO PASSARÃO!

Na última semana, a UERN – Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, foi palco da expressão mais repugnante do conservadorismo e discriminação que ainda povoam as nossas universidades.

O Professor João de Araujo Pereira Neto, do departamento de História da Universidade, durante aula de Arqueologia para o segundo período do curso afirmou serem Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transsexuais um mal para a sociedade e merecerem o extermínio.

O próprio fascismo se revelando em sala de aula.

O DCE da UERN está tomando as medidas administrativas e judiciais para a devida responsabilização do professor.

Além dos processos, o DCE vem promovendo diariamente atividades de escracho e exposição do caso, com atos no campus e militância virtual para disputar a opinião pública em favor do combate à LGBTfobia.

Não nos calaremos!

Gabriel Medeiros de Miranda
1º Diretor de Universidades Públicas da União Nacional dos Estudantes – UNE
Estudante de Direito/UFRN

NOTA DO DCE DA UERN

NOTA DE REPÚDIO AO DISCURSO DE ÓDIO E AVERSÃO COMETIDA PELO PROFESSOR JOÃO DE ARAÚJO PEREIRA NETO À COMUNIDADE LGBT DA UERN

O Diretório Central das/os Estudantes da UERN, através da Coordenação de Combate a LGBTfobia, vem por meio desta nota manifestar seu repúdio às práticas discriminatórias (violência simbólica) cometidas pelo professor JOÃO DE ARAÚJO PEREIRA NETO vinculado ao Departamento de História do Campus Central – UERN.

Na noite dessa terça-feira, dia 29/03/2016, os direitos das/os estudantes Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros (LGBT) da UERN foram feridos gravemente pelo professor JOÃO DE ARAÚJO PEREIRA NETO, quando ele em sua aula de Arqueologia no 2º período do curso de História difundiu falas de aversão e ódio que agride a comunidade LGBT de forma direta e exalam as mais diversas formas de preconceito, quando o mesmo “alega que toda comunidade LGBT deveria ser exterminada, pois trata- se de uma doença e um “mal” na sociedade”. Na ocasião um estudante LGBT rebateu suas “afirmações” e o mesmo sofreu agressões morais de repressão, chegando a se retirar da sala, abalado psicologicamente.

O DCE-UERN manifesta veementemente seu repúdio a este tipo de pratica/discurso dentro da Universidade e repudia especificamente a violência simbólica cometida pelo docente João de Araújo. As medidas legais e necessárias estão sendo tomadas e o estudante esta sendo acompanhado pelo DCE. Reafirmamos nosso compromisso pela defesa e representação estudantil das/os estudantes LGBTs da UERN e convidamos a todas/os para somarem na luta pelas pautas LGBT junto ao DCE. Estaremos reunidos/as hoje, dia 30/03/2016, para pensarmos ações estratégias a serem realizadas.

Hans Ronieli Cardoso Ferreira De Willegaignon.
Coordenador de combate a LGBTFOBIA.
DCE-UERN

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo