Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Bienal é + música: fique por dentro dos shows desta edição

27/01/2017 às 18:02, por Renata Bars.

Selvagens à Procura de lei, Gaby Amarantos, Elas cantam Belchior, Preta Rara e Emicida são algumas das atrações musicais do festival

Quem vier à Bienal entre os dias 29 de janeiro e 01 de fevereiro, no Centro Dragão do Mar de Cultura e Arte, em Fortaleza, poderá assistir a peças de teatro, exposições, debates e muita música com o que há de melhor no repertório nacional atual.

Os shows acontecem na Praça Almirante Saldanha, e serão abertos sempre às 22h, com apresentações de DJs E VJs. No dia 29, o espetáculo fica a cargo do projeto ‘’Elas cantam Belchior’’,  com quatro grandes intérpretes do Ceará  recriando no palco os grandes clássicos do autor de  “Apenas um rapaz latinoamericano”, “Medo de avião”, “Como nossos pais” e “Sujeito de sorte”.

Em seguida é a vez do grupo cearense Selvagens à Procura de Lei subir ao palco. A banda tem grande conexão com a juventude cearense, que canta do primeiro ao último instante todas as suas músicas.

No dia 30, a cantora e compositora paraense Gaby Amarantos apresenta seu novo projeto intitulado ‘’Gaby Amarantos e Jurunas Som Sistema, um passeio pelos ritmos das periferias de todo o mundo. Já no dia 31, o rap toma conta da Bienal, primeiro com os locais Erivan e Gheto Roots. A paulista Preta Rara, mulher, negra e gorda, realiza uma apresentação de denúncia contra os preconceitos sofridos no cotidiano. O também paulista Emicida fecha esse último dia de shows com um show cheio de representatividade e luta contra o racismo.

MOSTRA SELECIONADA

A Bienal também é espaço aberto para a nova música brasileira. Nesta edição foram selecionadas nove bandas universitárias oriundas dos mais diferentes cantos do país.

Os critérios utilizados para a seleção dos trabalhos foram diversidade musical, afinidade com o tema, regionalidade e viabilidade técnica.

Caique Renan, coordenador da mostra, conta que a proximidade com o tema desta edição – “Feira da Reinvenção”, também foi fator determinante. ”O Brasil vive uma onda criativa tão intensa, onde tudo se mistura e de repente, está reinventado. Uma prova disso é o grupo Overdrive Saravá, que, embora oriundos do Rio de Janeiro, traz uma riqueza nos ritmos, com acordeon, alfaia, guitarra, gaita. Nos remete imediatamente ao nordeste, não podendo ficar de fora dessa edição”, disse.

Questões sociais, raciais e de gênero também chegam fortes na mostra de música. Prova disso é a banda ”Mulheres de Buço”, que utiliza o funk como base para tratar da liberdade do corpo feminino dentro de uma sociedade patriarcal e heteronormativa, além de contar com nada menos que 10 mulheres em sua formação.

As bandas selecionadas se apresentarão na segunda-feira (30) a partir das 22h na na Praça Almirante Saldanha, Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura em Fortaleza.

Saiba mais aqui.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo