Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Belo Horizonte será sede do 55º Congresso da UNE

17/04/2017 às 20:32, por Renata Bars.

Capital mineira recebe pela terceira vez o maior fórum da entidade estudantil

A capital do estado de Minas Gerais será, pela terceira vez, palco do Congresso da UNE, maior fórum da entidade que acontece a cada dois anos para definir sua nova diretoria, presidência e os rumos do movimento estudantil. O Congresso está em sua 55ª edição e acontece entre os dias 14 e 18 de junho.

A história da UNE deixa suas marcas na capital mineira ainda em 1966, quando estudantes realizaram um congresso clandestino nos porões de uma igreja, despistando a repressão característica dos anos de chumbo. Já em 1999, Belo Horizonte recebeu o 46º congresso da entidade que contou com a presença ilustre do ex-presidente de Cuba, Fidel Castro.

No ano de 2012, o projeto da UNE intitulado Caravana Brasil +10 fez uma parada em Belo Horizonte. Com a missão de elaborar um diagnóstico sobre o futuro do país, estudantes discutiram a implementação do Plano Nacional de Educação (PNE) na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Confira o vídeo:

Agora, em 2017, o Congresso abre as comemorações de 80 anos da UNE – a entidade alcança a marca octogenária em 11 de agosto – com milhares de estudantes dos mais diferentes cantos do país reunidos para pautar a situação das universidades brasileiras e o futuro da política em meio ao golpe e a retirada de direitos.

”Realizar o Congresso em Belo Horizonte novamente, após uma edição clandestina em meio à ditadura e a recente morte de Fidel, será muito simbólico. O espírito da resistência latino-americana com toda a certeza estará presente em nossas mentes e corações para construirmos um fórum cheio de representatividade e luta”, falou a presidenta da UNE Carina Vitral.

Confira o discurso de Fidel durante o 46º Congresso:

SOBRE BH

Belo Horizonte foi uma das primeiras cidades planejadas do país, projetada pelo engenheiro Aarão Reis entre 1894 e 1897. Hoje, é uma das capitais mais populosas com a terceira maior concentração urbana do país. A cidade  tem também grande destaque na arquitetura brasileira. Foi ali que Oscar Niemeyer ensaiou os traços que definiriam Brasília, em parceria com o então prefeito Juscelino Kubitschek.

Berço de Fernando Sabino, a capital também exala a poesia dos mineiros Carlos Drummond de Andrade e Pedro Nava. Na música, o aclamado Clube da Esquina com as vozes de Milton Nascimento e Lô Borges, é referência quando falamos em música popular brasileira.

Sua culinária abriga clássicos do cardápio de Minas como o feijão tropeiro e o famoso pão de queijo. No futebol, uma das maiores rivalidades: Atlético Mineiro e Cruzeiro protagonizam dérbis de grande destaque nos campeonatos regionais e nacionais.

Recentemente, diversos movimentos de ocupação do espaço público transformaram Belo Horizonte. Duelo de MCs, a emblemática ”Praia da Estação”-  evento em que foliões e ativistas participam com trajes de banho, esteiras, cangas e guarda-sóis em meio ao centro da cidade – e o carnaval de rua levam festa e cultura para as ruas.

”Belo Horizonte é um encontro de tudo, onde a tradição mineira se mostra cada vez mais rica. Vamos receber a todos e todas com muito amor e a hospitalidade do nosso povo”, falou Luana Ramalho, presidenta da UEE-MG.

INSCRIÇÕES

Para participar do 55º Congresso da UNE, você pode se increver por meio do site http://inscricao.une.org.br/. Até o dia 15 de maio, a taxa de inscrição para delegados será de R$ 75. Entre os dias 16 de maio e 10 de junho a taxa passa a ser de R$125. Após essa data o valor sobe para R$175 e não serão mais aceitas inscrições virtuais e o cadastro só poderá ser feito pessoalmente no local do Congresso.

Para participar como observador, os valores são de R$ 100 até o dia 15 de maio, R$ 150 entre os dias 16 de maio e 10 de junho e R$ 200 no dia do evento.

Os delegados são estudantes eleitos de forma direta para representar as suas universidades durante o Congresso. Além de participar de todas as atividades, eles têm direito a voto na plenária final. Os observadores também têm acesso a todos os debates, mas não possuem direito a voto.

Estudantes cotistas e prounistas terão 30% de desconto no pagamento do primeiro lote da taxa de credenciamento dos delegados, observadores e suplentes. Para conseguir o desconto, o estudante deve anexar um documento que comprove a condição de bolsista.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo