Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

Batalha da Escada é resistência e integração dentro da UnB

03/05/2018 às 11:33, por Alexandre de Melo.


Evento de rap atrai centenas de pessoas na Universidade de Brasília

Há mais de 1 ano, toda quarta-feira os estudantes da Universidade de Brasília, a comunidade que mora próximo da UnB e MCs de todo o Distrito Federal se reúnem na escadaria do Teatro de Arena da instituição para ouvir rimas da cultura hip hop. É a chamada Batalha da Escada.

Um dos criadores do projeto, André Henrique, mais conhecido como MC Good, estuda Comunicação Social na UnB.

MC Good abriu às portas da UnB para a Comunidade por meio da Batalha da Escada. Crédito: Gabriel Remus

“Eu sempre estive envolvido com rap. Quando o calouro Pedro Alencar, Pedrinho, chegou aqui no Centro Acadêmico, ele tinha a fama de ser muito bom e um certo dia a gente fez uma roda de freestyle. Deu a maior onda. Daqui a pouco a gente combinou de se encontrar aqui na UnB, perto de uma escada onde tinha mais luz. Nasceu a Batalha da Escada. Muita gente começou a passar e ver o movimento crescendo com 10, 12 MCs e o movimento foi tomando forma. A gente enfrentou burocracias, claro, mas no final, com ajuda dos professores de Comunicação principalmente, a gente montou esse projeto da Batalha da Escada para servir a comunidade. Em outras batalhas, quem cola são em sua maioria são MCs. Aqui não. Temos universitários de várias partes de Brasília”, conta

Leonardo Ribeiro, coordenador do CUCA-DF  conta um pouco do que vem sendo realizado na Universidade. “A gente faz algumas movimentações artística aqui na UnB. A Batalha da Escada traz o hip hop, a galera do Vogue traz a dança e a turma das artes plásticas sempre estão fazendo intervenções. A gente entende a passagem da UNE Volante na UnB como uma oportunidade de reverberar essas manifestações e contribuir na luta por defender a democracia brasileira e uma Universidade pública, gratuita e de qualidade”, disse.

Batalha da Escada na UnB. Crédito: Gabriel Remus

Com uma pequena estrutura de caixas e uma mesa de som, os beats vão servindo de bases para duplas de MCs que se desafiam com rimas sobre as “lombras” de Brasília, a situação de crise que vive a Universidade e até rimas com referências da cultura pop como frases do seriado Chaves. A escada do Teatro de Arena é totalmente tomada pelos estudantes. A organização calcula que em média, 400 pessoas assistem a Batalha da Escada toda semana.

Camila Ribeiro, coordenadora nacional do CUCA convoca a galera da Batalha da Escada para participar do Festival Inquietações. Crédito: Bárbara Marreiros

“Pessoas que não são da UnB estão chegando na Universidade para ver a batalha. Alguns se tornaram alunos depois. A gente está integrado no circuito de batalhas do Distrito Federal e percebemos que o rap, especialmente a Batalha da Escada, é resistência e também integração da comunidade dentro da UnB”, afirma MC Good

Batalha da Escada: lutas da UnB, cultura pop e empoderamento. Crédito: Bárbara Marreiros

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo