Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

‘Apenas união progressista defenderá a Educação do golpe’, diz Alice Portugal

19/05/2018 às 13:35, por Alexandre de Melo.


Em entrevista, deputada federal fala sobre a luta contra o desmonte da Educação pública

A farmacêutica bioquímica Alice Portugal, 59 anos, é deputada Federal (PC do B) e membro titular da Comissão de Educação. Durante os anos 70, fez parte da direção do DCE da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e participou da reconstrução da UNE em 1979.

A deputada vem sendo um dos principais nomes contra o desmonte da Educação brasileira. No começo de maio, Alice cobrou o Ministro da Educação, Rossieli Soares, sobre o enorme problema causado pela Emenda Constitucional 95, que congela por 20 anos os gastos públicos com saúde e educação, comprometendo o Plano Nacional de Educação (PNE). Ela também questionou Soares sobre o congelamento de recursos do Plano Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes), que irá ocasionar uma grande evasão nas universidades públicas.

A deputada Alice Portugal é um dos principais nomes contra o desmonte da Educação. Crédito: Bárbara Marreiros

Nesta sexta-feira (18), Alice Portugal retornou ao tema do desmonte da Educação no debate “O papel estratégico da universidade no desenvolvimento da pesquisa da ciência da tecnologia e da inovação” promovido pela UNE Volante. Ela contou para a plateia de estudantes que lotou o Auditório de Biologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA) sobre as  dificuldades de diálogo com o governo ilegítimo e os muitos cortes de verbas que a área de pesquisa está sofrendo.

Confira a conversa de Alice com a reportagem da UNE Volante

Quais são as principais pautas debatidas nesse momento na Comissão de Educação?

A crise das Universidades brasileiras é o assunto mais urgente. Inclusive, temos audiência pública solicitada para debater o problema na UnB e nas demais Universidades brasileiras que tem centralidade na questão da assistência estudantil. Hoje, o sistema de cotas está ameaçado pela ausência de um política sólida. Os reitores pediram esse apoio da Câmara dos Deputados para buscar uma solução.

Isso vem de encontro ao que a UNE defende já que o aumento da evasão dos estudantes acaba matando por inanição o sistema de cotas e o acesso das camadas populares nas Universidades públicas brasileiras.

Como lutar contra a EC 95 que corta drasticamente as verbas para a Educação?

O processo articulado de desmonte da Educação foi colocado em prática com a EC 95 e o golpe parlamentar e jurídico de Michel Temer. O impacto é nefasto. Revogar a EC 95 é fundamental, no entanto, os prejuízos são inúmeros e infelizmente vamos levar um tempo para recuperar. No campo das Ciências e Tecnologia temos o corte de 44%, além dos bilhões a menos que seriam destinados para o Ministério da Educação. Sem falar na retiradas de disciplinas do Ensino Médio que dificultam o desenvolvimento crítico pleno da juventude brasileira.

Podemos recuperar esses retrocessos todos com novas leis, mas infelizmente levará um bom tempo de reconstrução e para a retomada das rédeas pelo  campo progressista. O Brasil foi ofendido em seu amago e a Educação foi a primeira a sentir essa perversidade. Apenas a união progressista pode defender a Educação do golpe.

Qual a importância da UNE Volante nesse momento para o País?


A UNE Volante de 1961 inaugurou a participação dos estudantes na vida universitária. Foi fundamental a luta nos conselhos superiores para ter a representação de 1/3, além de desencadear  a primeira greve contra a ditadura. Após o golpe de 2016, a UNE toma uma atitude corajosa na reedição da UNE Volante na luta por resistência.

Essa iniciativa é uma fronteira liderada por estudantes que tem tudo para separar o Fascismo que infelizmente estamos vendo crescer e o caminho de luta que vai nos levar à redemocratização do Brasil. A partir dessa circulação da UNE, eu acredito que poderemos formar o antídoto contra as mentiras que são ditas todos os dias e convertidas em verdades pela mídias golpista. Há uma anestesia do povo brasileira que foi feita por meio dessas mentiras.

 

 

 

 

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo