Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

3º Encontro LGBT tem início em Salvador e anuncia cotas para trans na Uneb

27/07/2018 às 23:20, por Renata Bars Foto: Gessivan Santana.


Reitor da instituição revelou conquista durante a mesa de abertura do evento, nesta sexta-feira

O 3º Encontro LGBT da UNE teve início na noite desta sexta-feira (27), na Universidade do Estado da Bahia (Uneb), em Salvador, e já pode ser considerado um evento vitorioso. Durante a mesa de abertura, o reitor da Uneb, professor José Bites, anunciou a adoção de cotas para pessoas trans, travestis, pessoas enquadradas no espectro autista e ciganos.

”Em comemoração ao 3º Encontro LGBT da UNE, publicaremos amanhã a resolução sobre as cotas no Diário Oficial do Estado da Bahia. A Uneb é gay, a Uneb é lésbica, a Uneb é trans e travesti. É uma honra receber todos e todas aqui”, falou o reitor.

A instituição baiana oferecerá 5% de vagas adicionais para esse público, além das que já são ofertadas atualmente. A decisão começa a valer para os processos de graduação e de pós-graduação a partir de 2019.

13 ANOS da diretoria LGBT

Neste momento de conquistas, a diretoria LGBT da UNE completa 13 anos de história e luta. Florentino Junior, diretor da pasta, relembrou em sua saudação o aniversário da diretoria e saudou os ex-diretores presentes, Larissa Passos e Augusto de Oliveira.

”Estamos aqui reunidos para fazer um debate sobre o papel das LGBTs nesse país, e, nesse cenário de comemoração dos 13 anos da diretoria, apresentar propostas para um país livre de lgbtfobia. Que cada um de nós volte para seus estados com o comprometimento de lutar dia após dia. Porque nossas vidas importam e nós queremos poder vislumbrar um país livre de violência, livre de preconceito e livre de lgbtfobia”, destacou o diretor.

Mário Magno, secretário geral da UNE, afirmou ter muito orgulho das lutas travadas pela diretoria LGBT da UNE.

”Esses treze anos não foram fáceis, mas tenho muito orgulho por estarmos aqui porque lutamos muito pelas garantias de políticas públicas para os LGBTs e continuaremos lutando por universidades democráticas e pelo nosso direito à dignidade. Vamos colorir cada vez mais o movimento estudantil”, disse.

Aryna Ramos, secretária geral da União Nacional LGBT da Bahia, destacou a importância que cada estudante tem no processo da criação do Encontro.

”Ser LGBT, acordar e sair para a rua já é uma forma de resistência. Por isso, vocês que construíram esse evento, que mobilizaram nas suas universidades e chegaram até aqui estão de parabéns. Isso mostra a força da juventude no processo de mudança desse país”, salientou.

Também estiveram presentes na noite de abertura a professora mulher trans do Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ), Jaqueline de Jesus, a coordenadora geral do DCE da Uneb, Cajuh Almeida, o presidente da União dos Estudantes da Bahia (UEB), Natan Ferreira, o presidente da União Catarinense dos Estudantes (UCE), Lucene Magnus, a presidenta da União Brasileira de Mulheres da Bahia, Natália Gonçalves e o representante do mandato da vereadora Marielle Franco, Lucas Batal.

O 3º Encontro LGBT acontece até domingo (29), com debates, grupos de discussão e intervenções culturais. Fique ligado no site e nas redes da UNE.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo