Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Últimas Notícias

11º Bienal da UNE volta à Bahia para reencontrar o Brasil num grande festival

23/11/2018 às 18:02, por Cristiane Tada.


UBES e ANPG se somam à UNE para realizar a maior mostra estudantil da América Latina que agora vai contar também com a produção secundarista e pós-graduanda; Festival dos Estudantes vai ocupar Salvador de 6 a 10 fevereiro de 2019  e está com as inscrições abertas pelo site inscricao.une.org.br 

A Bienal da UNE,  chega a sua 11ª edição e vai celebrar 20 anos de existência com uma volta às origens na capital da Bahia, Salvador. Pela primeira vez as três entidades estudantis: União Nacional dos Estudantes (UNE), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) e Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) se somam em um grande evento, o Festival dos Estudantes, o maior encontro estudantil da América Latina.

Entre os dias 6 e 10 de fevereiro de 2019, mais de 10 mil estudantes vindos de todas as regiões do país vão se integrar ao povo baiano e fazer da Universidade Federal da Bahia a referência da produção artística desenvolvida pela juventude brasileira.

Esta décima primeira edição vai homenagear Gilberto Gil e sua obra como artista, diplomata, ambientalista, político e músico. Gil da redescoberta do Brasil do baião, do xaxado, do choro de Pixinguinha, do prelúdio bachiano, da rapsódia, da Tropicália, dos festivais, do exílio.

A 11º Bienal da UNE – Festival dos Estudantes também será um convite ao reencontro do Brasil da festa em meio à resistência. A UNE vai celebrar seus 20 anos de enaltecimento da cultura popular na cidade que realizou sua 1a Bienal de Arte e Cultura em 1999, bem como onde a entidade foi refundada há 40 anos depois de desmantelada pela ditadura militar. Será ainda, a primeira vez em vinte anos que a entidade traz como palco principal do festival uma universidade pública. As atividades principais estão previstas para acontecer no campus de Ondina da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

INSCRIÇÕES ABERTAS

Ao longo de seus 20 anos, a Bienal da UNE se caracterizou como principal instrumento de mapeamento e difusão da produção artística desenvolvida por jovens estudantes brasileiros. Esse reconhecimento se dá pela realização de uma grande mostra estudantil, ponto central do festival.

As inscrições dos trabalhos, que vão compor a diversidade desta mostra estão abertas. Qualquer estudante secundarista, universitário ou pós-graduando pode inscrever trabalhos em sete áreas: artes cênicas, literatura, música, artes visuais, audiovisual, ciência e tecnologia e projetos de extensão. Para isso, basta estar matriculado em uma instituição de ensino no ano letivo de 2019, acessar o site inscricao.une.org.br, ler o regulamento, preencher o cadastro e pagar a taxa de R$100 reais.

⇒ Leia o Regulamento da 11º Bienal da UNE.

CONEB, ENG e ENPG

Além das mostras culturais, shows e seminários, dentro da programação também acontecerão os encontros da base do movimento estudantil que trarão debates conjunturais, educacionais e de organização do movimento estudantil.

O 15º Coneb da UNE vai reunir DAs e CAs de todo o país; o 4º Encontro de Grêmios da UBES (ENG) vai reunir líderes de escolas; a ANPG vai realizar o seu 8º Encontro Nacional de Pós-Graduandos (ENPG) e juntas as entidades vão debater os rumos do Brasil e a defesa da educação pública e gratuita.

→Leia a ata do 15º Coneb. 

As inscrições de trabalhos e participação na 11º Bienal da UNE – Festival dos Estudantes,  para o 15º Coneb da UNE e o 8º ENPG da ANPG são unificadas pelo site inscricao.une.org.br , já para a participação no 4º ENG da UBES (ENG) acesse ubes.org.br 

GILBERTO GIL, UM REENCONTRO COM O BRASIL

A Bienal da UNE foi criada em 1999 e tem como norte a investigação e celebração dos elementos mais intrínsecos da brasilidade, algo como o DNA do Brasil, a formação do seu povo.

Em 2019 logo após a vitória das eleições presidenciais de um candidato ultraconservador nos valores, com uma agenda explicitamente ultraliberal na economia, de tradição militar, que flerta com o fascismo, a UNE se junta a UBES e ANPG e leva para a sua 11ª Bienal o tema “Gilberto Gil: um reencontro com o Brasil”, evocando o exemplo criativo e combativo de Gil. A ideia é a partir da sua obra contar a trajetória da cultura brasileira com suas contradições e resistência, oferecendo um espaço de reencontro a todos que caminham contra os retrocessos para inaugurar um ciclo novo. Uma revisita à própria história do movimento estudantil e do Brasil para forjar a sobrevivência e o futuro.

↓Leia na íntegra o manifesto da 11º Bienal da UNE – Festival dos Estudantes

SALVADOR: RESISTÊNCIA CULTURAL E NOVO CICLO

A programação da Bienal apresenta um qualificado rol de convidados entre pensadores, artistas e ativistas com o objetivo de reunir as diversas linguagens e expressões culturais, valorizar a identidade nacional e conectar as produções estudantis de todas as regiões do país.

Na capital que derrotou Bolsonaro nas urnas, a cidade de todos os santos, que é sinônimo de carnaval e transborda cultura, a 11ª Bienal da UNE- Festival dos Estudantes vai ocupar durante cinco dias (6 a 10/2) na UFBA, seus dois teatros, cinema, e laboratórios do curso Comunicação.

A Universidade Federal da Bahia, além de uma das principais instituições de ensino da federação é um centro de pesquisa da cultura, foi a universidade que abrigou o 1º doutorado de dança do mundo, bem como a casa de Abino Rubin e Paulo Miguez, os principais pensadores das políticas culturais brasileiras.

HISTÓRIA DA BIENAL DA UNE

Em 1999, com a realização da 1º Bienal em Salvador (BA), a UNE retomou com vigor o seu trabalho cultural que teve destaque na década de 1960 com o famoso Centro Popular de Cultura (CPC). Na sua 6ª edição, novamente em Salvador o evento exaltou as raízes do Brasil em 2009. Na sua última edição em 2017 o festival propôs a reinvenção no Brasil inspirada nas feiras livres na cidade de Fortaleza (CE).

Já passaram pela Bienal o próprio homenageado deste ano Gilberto Gil, Oscar Niemeyer, Ariano Suassuna, Abdias Nascimento, Alceu Valença, Ziraldo, Tom Zé, Martinho da Vila, Augusto Boal, Beth Carvalho, Dona Ivone Lara, Lenine, Naná Vasconcelos, Criolo, Pitty e muitos outros personagens.

SERVIÇO

O quê? 11ª Bienal da UNE – Festival dos Estudantes.

Quando? 6 a 10 de fevereiro de 2019.

Quanto? R$100 até dia 20/12; R$150 até dia 06/02 de 2019; R$200 a partir do dia 07/02 de 2019.

Onde? Universidade Federal da Bahia (UFBA), Campus Ondina.

Inscrições? inscricao.une.org.br

 

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo