Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Movimento Estudantil

Dicionário do ME

ANPG – Associação Nacional de Pós-Graduandos

É a entidade representativa dos pós-graduandos brasileiros, estudantes de mestrado, doutorado ou outros programas. A ANPG defende uma ciência mais humanista e comprometida com as resoluções dos problemas sociais do Brasil, aliando suas pautas às do movimento estudantil universitário e do movimento secundarista, como reajustes nas bolsas de ensino e melhores condições para a realização da pesquisa no país.

APG – Associação de Pós-Graduandos

É a entidade que existe em cada universidade para representar os estudantes de pós-graduação, debatendo problemas e soluções locais para a área da pesquisa e para os próprios estudantes. Atua junto aos departamentos de cada instituição, reivindicando os direitos dos estudantes, promovendo encontros científicos, seminários, atividades culturais e de representação da universidade no movimento nacional de pós-graduandos.

Assembleia

Uma assembleia é o conjunto de representantes de uma comunidade que possuem poderes de legislação e deliberação. É sinónimo de uma democracia participativa tendo em conta que toda a comunidade tem a possibilidade de participação. É a instância onde são tomadas coletivamente as decisões de uma entidade ou organização estudantil.

Assistência Estudantil

Uma série de apoios concedidos aos estudantes para permanência na instituição de ensino. O objetivo é viabilizar a igualdade de oportunidades entre os estudantes e contribuir para a melhoria do desempenho acadêmico, a partir de medidas que busquem combater situações de repetência e evasão. A UNE luta por mais bolsas para prounistas, mais creches, passe-livre e outras formas de viabilizar a permanência do estudante na universidade.

Atlética

São associações esportivas organizadas por curso ou universidade que congregam atletas estudantes da instituição. Organiza campeonatos esportivos internos e seleciona equipes de diversas modalidades para disputar jogos universitários dentro da instituição de ensino, entre instituições e em jogos municipais, estaduais e nacionais. As entidades fundamentais para integração e aperfeiçoamento esportivo dos estudantes.

Bienal da UNE

Evento cultural e esportivo realizado desde 2001 sempre no verão dos anos ímpares em diferentes cidades. Reunir diversas expressões artísticas estudantis, valorizar a identidade nacional e conectar as produções culturais juvenis de todas as regiões do país são algumas das propostas que envolvem esse grande projeto, considerado hoje o maior festival estudantil da América Latina. Conta com mostras universitárias e convidadas de música, cinema, artes visuais, literatura, artes plásticas e artes cênicas.

Bolsa integral do ProUni

É aquela que corresponde a 100% do valor da mensalidade, ou seja, o bolsista do ProUni não paga para estudar. Podem receber a bolsa integral somente aqueles estudantes cuja renda da família não for maior do que 1,5 salário mínimo por pessoa.

Bolsa parcial do ProUni

É aquela que corresponde a 50% do valor da mensalidade, ou seja, o bolsista do ProUni paga apenas metade do preço do curso para estudar. Recebem a bolsa integral aqueles estudantes cuja renda da família for maior do que 1,5 salário mínimo e menor do que 3 salários mínimos por pessoa.

Bolsa Permanência do ProUni

É um benefício concedido pelo governo, em dinheiro, para estudantes do ProUni matriculados em cursos presenciais com no mínimo seis semestres de duração e carga horária média igual ou superior a seis horas diárias de aula.

Brasil Júnior – Confederação Brasileira de Empresas Juniores

A Brasil Junior (BJ) é a Confederação Brasileira de Empresas Juniores. Criada em 2003, visa propor e repassar diretrizes nacionais que devem ser adotadas pelas federações estaduais, de modo a regulamentar a atividade das empresas juniores em âmbito nacional. Além disso, trabalha com um portal de colaboração e conhecimento, que promove a integração dos empresários juniores de todo o país. Atualmente ela regulamenta cerca de 1.000 empresas juniores espalhadas pelo Brasil, em mais de 2.000 instituições de ensino superior. Trabalha pra fortalecer o Movimento Empresa Júnior (MEJ). Realiza o Enej (Encontro Nacional das Empresas Juniores).

CA (Centro Acadêmico)

É a entidade que reúne os alunos de um determinado curso ou um departamento da universidade, para representar seus interesses, suas ideias, solucionar problemas e reivindicar os direitos dos estudantes. A direção do CA é escolhida por meio de eleições periódicas, entre chapas de alunos daquele curso. Representam os cursos das universidades nas UEEs e na UNE.

CAPES

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), fundação do Ministério da Educação (MEC), desempenha papel fundamental na expansão e consolidação da pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) em todo o país.

A CAPES faz a avaliação da pós-graduação stricto sensu, fomenta a investigação acadêmica por meio de bolsas de estudo, promove e divulga a produção científica nacional e incentiva a cooperação científica internacional.

CBDU – Confederação Brasileira de Desporto Universitário

A Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) é a entidade de administração do desporto universitário brasileiro, ou seja, é responsável pela gestão e organização das competições e eventos esportivos entre universitários do país. Fundada em 9 de agosto de 1939, por acadêmicos e representantes de Federações Universitárias Estaduais e agremiações reunidos no Rio de Janeiro. A CBDU tem por objetivo a estruturação do desporto para os estudantes universitários e a sensibilização das autoridades para o desenvolvimento e a melhoria da prática desportiva no âmbito das Instituições de Ensino Superior. Responsável pela gestão e organização das competições universitárias em âmbito nacional, a CBDU promove, atualmente, dois grandes eventos em seu calendário anual: a Liga do Desporto Universitário (LDU) e as Olimpíadas Universitárias – JUB’s (OUJUB’s).

Ciência sem Fronteiras

É um programa que busca promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira por meio do intercâmbio e da mobilidade internacionais.

A iniciativa é fruto de esforço conjunto dos ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC), por meio de suas respectivas instituições de fomento – CNPq e CAPES.

O projeto prevê bolsas para promover intercâmbio, de forma que alunos de graduação e pós-graduação façam estágios no exterior com a finalidade de manter contato com sistemas educacionais competitivos em relação à tecnologia e inovação. Além disso, busca atrair pesquisadores do exterior que queiram se fixar no Brasil ou estabelecer parcerias com pesquisadores brasileiros.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo