Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Cultura dentro do bolso

culturaDentrodoBolso

Disco de estreia do baiano Russo Passapusso é destaque da dica comentada de hoje 

A sexta-feira tá batendo na sua porta, trazendo um monte  de programas culturais massas, para todos os gostos. Se liga na nossa agenda! Hoje tem a dica comentada de um baiano que anda fazendo sucesso em seu disco de estreia. Aproveita as dicas e começa já o seu fim de semana! Até sexta que vem!

 

Rio Branco – AC

O que? Festival Matias de Teatro de Rua traz diversas apresentações nos municípios de Senador Guiomard, Bujari, Plácido de Castro e Rio Branco. Além dos espetáculos, haverá oficinas, como Teatrodo Oprimido, Técnicas Circenses e Percussão Brasileira, para o Teatro de Rua, com ministrantes do RJ, SP e AM.

Quando? De 10 a 19 de julho. Veja todo o cronograma aqui

Onde? Várias locais e apresentações.

Quanto? Entrada gratuita.

Maceió – AL

O que? Exposição Avulsas Inoportunas, de Alessandra Cunha. Trata-se de uma experiência pictórica iniciada com a criação de diários de tecidos, onde a artista escreve e desenha o que surge no dia, baseando-se em instinto e sentimentos.

Quando? Até 24 de julho de 2015 (segunda a sexta, das 8h às 18h; sábado, das 9h às 13h).

Onde? Pinacoteca Universitária (Praça Visconde de Sinimbu, 206, 1º piso, Centro)

Quanto? Entrada gratuita.

FORTALEZA – CE

O que? Espetáculo, “Agô Tambor” do Grupo de Música Percussiva Acadêmicos da Casa Caiada, da UFC. Baseado em uma construção cênico-percussiva inspirada em ritmos da cultura africana e seus desdobramentos nas manifestações da cultura popular brasileira. O enredo traz nos toques do agogô – instrumento tradicional da música yorubá africana – as principais sonoridades arranjadas musicalmente nos ritmos como kpatsa, sikyi, congada e samba-reggae.

Quando? Último dia 10 de julho às 20h.

Onde? Teatro Universitário da UFC (Av. da Universidade, 2210, Benfica)

Quanto? Entrada gratuita.

Antonina – PR

Onde? Show da banda Big Time Orchestra, abertura do Festival de Inverno da UFPR, a programação contempla oficinas, espetáculos e as atividades paralelas. Nas oficinas, estão sendo ofertadas 720 vagas, em várias categorias: infantis; adulto; aprimoramento; educação especial; maturidade; e arte-educação. Já os espetáculos abrangem apresentações musicais que vão de ópera a orquestra, passando por bandas de rock ‘n roll e modas de viola.

Quando? De 12 a 18 de julho às 20h.

Onde? Palco Principal, no Centrol

Quanto? Toda programação é gratuita. Confira tudo aqui 

 

PORTO ALEGRE – RS

O que? Exposição “Projétil”, com curadoria da Professora Marilice Corona. A exposição reúne trabalhos resultantes das pesquisas desenvolvidas por doze artistas formados pelo Bacharelado em Artes Visuais do Instituto de Artes da UFRGS em 2014. A exposição reúne obras da linguagem múltipla e híbrida da Arte Contemporânea em fotografia, vídeo, desenho, pintura, escultura, instalação e cerâmica.

Quando? Até 17 de julho, de segundas a sextas, das 10 às 18h .

Onde? Pinacoteca Barão de Santo Ângelo do IA/UFRGS (Rua Senhor dos Passos, 248, 1º andar) .

Quanto? Entrada gratuita.

Dica comentada por Renata Bars

Tá russo? Passapusso!

Sabe aqueles dias em que tudo que você precisa é uma injeção de ânimo? Pois bem, se esse é o seu caso agora, experimente colocar o álbum de estreia do baiano Russo Passapusso, ‘’O Paraíso da Miragem’’ pra tocar.

Com nuances de rock, pitadas de samba, batuques e um sem fim de boas sensações, o disco lançado em 2014 não deixa ninguém ficar parado.

Oriundo do BaianaSystem, grupo que faz uma série de leituras da guitarra baiana e da música contemporânea, Russo conseguiu se tornar um dos artistas mais comentados do atual período.

Seu disco conta com as participações de artistas como Bnegão, Anelis Assumpção, Marcelo Jeneci, Edgard Scandurra,Thalma de Freitas, Zé Nigro e Curumin, tornando-se mais do que um encontro de experimentações musicais, um encontro de músicos.

Se engana quem pensa que toda essa mistura descaracteriza o trabalho do artista. Russo continua imprimindo seu estilo em cada faixa. Logo de cara, a canção ‘’Paraquedas’’ nos convida a pular nesse paraíso criado por ele. Em ‘’Remédio’’, o cantor parece fazer um desabafo e externar aqueles sentimentos que muitos de nós insistem em guardar  ‘’minha boca cheia de palavras, meu coração tá sufocando meu pulmão’’… Dali pra frente, há diálogos com o dub e também o samba, como na delicada ‘’Flor de Plástico’’ e pitadas de  crítica social, bem evidente em ‘’Sangue do Brasil’’.

Com 10 anos de carreira na bagagem, Russo mostra em seu primeiro disco solo que é fonte de boa música, confirmando sua capacidade em passear por diversos estilos e ainda sim permanecer original.

Vale a pena a ‘visita’!

Baixe o disco gratuitamente aqui: www.russopassapusso.net

Pra quem quer ver ao vivo: 11 de julho tem show no Sesc Sorocaba, em São Paulo e nos dias 6,7,8 e 9 de agosto na Caixa Cultural em Salvador.

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo