Pular para o conteúdo Pular para o Mapa do Site

Notícias

Encucados!

indigenascuca

Cuca-PE promove debate sobre os povos indígenas e a universidade

Discutir o atual contexto dos povos indígenas no Brasil é tentar compreender um panorama de resistência, de lutas, e novas maneiras de vida desses grupos, ao mesmo tempo em que se quebram estereótipos criados e repassados no imaginário social sobre essa parcela da população. Por isso, o Cuca do estado de Pernambuco propõe, na noite desta quinta-feira, (15), na Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), uma roda de diálogos com o intuito de compreender e debater a situação dos indígenas nas universidades.

Entre os debatedores estarão a graduanda em Direito (UNICAP), Raíza Alice Batista Neves Cavalcanti – Indígena Xukuru do Ororubá, o graduando em Letras (UNICAP), Ridivanio Procópio da Silva – Indígena Xukuru do Ororubá, a graduanda em História (UFPE), Valquíria Batista de Azevedo – Indígena Xukuru do Ororubá e as pós graduandas em saúde coletiva com ênfase em saúde da família (IDE), pesquisadoras do Laboratório de Estudos sobre Ação Coletiva e Cultura (LACC/UPE), na linha: Saúde Indígena, Andreza Graciete da Silva Felinto e Mirela Barbosa da Silva.

Para o estudante de Ciências Sociais da UPE e mediador dos diálogos, Whodson Silva, o exercício de relativização antropológica nos leva a ressignificar conceitos da sociedade não indígena.
”E também nos aponta possibilidades de compreensão destes grupos tradicionais no meio urbano e do acesso dos mesmos à universidade”, pontuou.

O censo de 2010 indica que a população indígena atingiu 896.917 pessoas, desse total 36,2% residiam na área urbana.

”Desta maneira, pensar em indígenas na cidade é pensar também em indígenas que estão nas universidades. Estas discussões aquecem o caloroso debate sobre a ideia de educação democrática e da atenção específica e diferenciada das políticas públicas direcionadas a grupos étnicos. Sendo assim, esta roda de diálogos propõe o debate destes aspetos, levando em consideração o tema transversal que é proposto ao falar de povos indígenas na cidade”, finalizou Whodson.

Serviço

O que? Roda de diálogos: Indígenas na cidade e acesso à Universidade: Quebrando esteriótipos
Quando? Dia: 15/10/2015 às 19h
Onde? Hall do Cegoe na UFRPE

Pular para o Conteúdo Pular para o Topo