NÃO TEM ARREGO! GREVE DOS PROFESSORES PAULISTAS CONTINUA

60 mil professores reunidos em Assembleia afirmam continuidade da paralisação que já dura 34 dias

ESTUDANTES EM AMERICANA REALIZAM PRÉ– ENCONTRO DE MULHERES ESTE DOMINGO

Mulheres do interior paulista vão discutir dificuldades da luta contra o machismo

NAS RUAS DE BRASÍLIA, PASSEATA, ALEGRIA E LUTA CONTRA A REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL

UBES, UNE, ANPG e UESDF realizam marcha na capital federal nesta quinta-feira, 16 de abril

PRESSÃO DOS TRABALHADORES ADIA VOTAÇÃO DA LEI DA TERCEIRIZAÇÃO

Estudantes e movimentos sociais unidos apoiam luta contra a precarização e por mais direitos

UNE RUMO AO CONGRESSO MAIS REPRESENTATIVO DA SUA HISTÓRIA

Centenas de eleições de delegados já tem data para acontecer em todo o país


Meia entrada é direito. Faça aqui o seu documento.

ESTUDANTES PROTESTAM CONTRA AUMENTO DA PASSAGEM DE ÔNIBUS EM GOIÂNIA

Manifestantes cobram qualidade no transporte coletivo

Cerca de 400 estudantes protestaram contra um possível aumento do valor da passagem de ônibus do transporte coletivo, no centro de Goiânia, na manhã da última quarta-feira (8). Na manifestação estiveram presentes o Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Federal de Goiás (UFG) e outros movimentos. 

Os estudantes se organizaram nessa frente após a greve do transporte coletivo na cidade e o anúncio do aumento da passagem para o valor de R$ 3,00 (atualmente é R$ 2,70), que ocorreram na semana anterior.

Os jovens ocuparam o centro de Goiânia até que fosse enviado um representante da Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC), o que só aconteceu no final da manhã.

Para o vice-presidente regional da UNE em Goiás, Caio Barbalho, o protesto foi válido para exigir melhoria na qualidade do transporte oferecido na cidade de Goiânia. “Os ônibus são lotados devido ao baixo número de veículos nas linhas, além de muitos dos equipamentos para acessibilidade de pessoas com necessidades especiais não funcionarem. Este valor a ser cobrado não está de acordo com o serviço”, afirmou. 

Segundo Caio a UNE esteve presente junto aos estudantes e as entidades de base que organizaram o protesto. “E estamos dispostos a continuar na luta contra o aumento do transporte coletivo valorizando seus usuários”, finalizou.

Natália Vaquelli

Veja mais notícias

Deixe uma resposta