CULTURA DENTRO DO BOLSO

A imagem é da animação O Menino e o mundo, do Festival Anima Mundi, no Rio de Janeiro

UNE RELEMBRA SUA HISTÓRIA COM ARIANO SUASSUNA

Defensor da nossa cultura popular, personalidade do mestre paraíbano deixa saudade

UNE PARTICIPA DE ATO DA OAB E SOCIEDADE CIVIL CONTRA PRISÃO DE ATIVISTAS NO RJ

Para entidade ativistas e militantes que estão sendo perseguidos pelo Poder Judiciário fluminense

POR UMA NOVA UNIVERSIDADE, REFORMA UNIVERSITÁRIA JÁ

Projeto UNE pelo Brasil vai exigir que as pautas que envolvam os jovens brasileiros tenham prioridade nas eleições de 2014

DE OLHO NO CAMPUS!

Confira a agenda desta semana


Carteira Estudantil

ESTUDANTES PROTESTAM CONTRA AUMENTO DA PASSAGEM DE ÔNIBUS EM GOIÂNIA

Manifestantes cobram qualidade no transporte coletivo

Cerca de 400 estudantes protestaram contra um possível aumento do valor da passagem de ônibus do transporte coletivo, no centro de Goiânia, na manhã da última quarta-feira (8). Na manifestação estiveram presentes o Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Federal de Goiás (UFG) e outros movimentos. 

Os estudantes se organizaram nessa frente após a greve do transporte coletivo na cidade e o anúncio do aumento da passagem para o valor de R$ 3,00 (atualmente é R$ 2,70), que ocorreram na semana anterior.

Os jovens ocuparam o centro de Goiânia até que fosse enviado um representante da Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC), o que só aconteceu no final da manhã.

Para o vice-presidente regional da UNE em Goiás, Caio Barbalho, o protesto foi válido para exigir melhoria na qualidade do transporte oferecido na cidade de Goiânia. “Os ônibus são lotados devido ao baixo número de veículos nas linhas, além de muitos dos equipamentos para acessibilidade de pessoas com necessidades especiais não funcionarem. Este valor a ser cobrado não está de acordo com o serviço”, afirmou. 

Segundo Caio a UNE esteve presente junto aos estudantes e as entidades de base que organizaram o protesto. “E estamos dispostos a continuar na luta contra o aumento do transporte coletivo valorizando seus usuários”, finalizou.

Natália Vaquelli

Veja mais notícias

Deixe uma resposta