FINANCIAMENTO PRIVADO DE CAMPANHA É VÁLVULA PARA CORRUPÇÃO ELEITORAL

Doações feitas pela iniciativa privada reforçam o poderio do setor econômico

PRIMEIRA DIRETORIA DO DCE IFES TOMA POSSE NO ESPÍRITO SANTO

Movimento estudantil está mobilizado no Estado para reconstruir a União Estadual de Estudantes Capixabas

SEMANA NACIONAL DE LUTA PELA REFORMA POLÍTICA

De 1 a 7 de setembro a UNE e entidades do movimento social estão unidas por uma mudança no sistema político

COALIZÃO PELA REFORMA POLÍTICA E PLEBISCITO SE REÚNEM NA OAB

UNE, CNBB e mais de 400 organizações sociais realizam uma força-tarefa de 01 a 07 de setembro

ABC DA REFORMA POLÍTICA

A UNE tem integrado iniciativas como a Coalizão pela Reforma Política Democrática e Eleições Limpas para mudar a forma de eleger representantes políticos no Brasil. Entenda como:


Carteira Estudantil

GREVE DE PROFESSORES NA BAHIA TEM APOIO DE ENTIDADES ESTUDANTIS

ABES E UBES manifestaram-se em favor da paralisação que já dura 17 dias

Professores da rede estadual de ensino da Bahia estão em greve desde o último dia 11 , quando também decidiram ocupar a Assembleia Legislativa após ato em frente à governadoria do estado. Cerca de 3 mil pessoas entre trabalhadores, professores e estudantes participaram do ato.

A greve foi deflagrada pelo não cumprimento do acordo assinado pelo governador Jaques Wagner referente ao aumento do salário dos professores em 22,22%, fazendo-se cumprir a lei que regulamenta o piso da categoria.

Até o momento, o governador não se pronunciou para avançar no diálogo com os professores, apenas considerou a greve ilegal, afirmando haver a possiblidade de corte no ponto dos grevistas que não retornarem ao trabalho.

Apesar da postura do governo, na última sexta-feira (27), os professores decidiram continuar a paralisação. Eles permanecem na Assembleia Legislativa, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, onde estão acampados.

Nota da Associação Baiana Estudantil Secundarista (ABES) e da União Brasileira de Estudantes Secundaristas (UBES) em apoio à greve dos professores baianos:

Professores da rede estadual de ensino, em assembleia realizada no último dia 11/04 pela manhã, deflagraram greve da categoria por tempo indeterminado. O principal motivo da greve é que o Governo do Estado não cumpriu a Lei Federal que regulamenta o piso salarial dos professores, segundo os dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB) a greve só irá terminar quando o reajuste de 22,22% for alcançado.

Diante desse cenário, a Associação Baiana Estudantil Secundarista (ABES), entidade representativa dos estudantes secundaristas da Bahia, que sempre lutou para que a escola fosse um espaço democrático, entende a legitimidade da greve da categoria e apoia a luta das e dos trabalhadores. Reafirmamos a nossa opinião sobre a consolidação de uma educação de qualidade e isso passa pela valorização das e dos profissionais da educação.

Estaremos do lado dos professores, defendendo os direitos da categoria e lutando para que o Governado da Bahia pague o aumento regulamentado pelo MEC. Contamos com a sensibilidade do Governador Jaques Wagner para que esse impasse seja logo resolvido, efetive o direito da categoria já garantido por lei e para que principalmente os estudantes não tenham a qualidade de ensino, que já é precária, ameaçada infligindo às normas regidas na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB).

Da Redação

Veja mais notícias

8 respostas para “GREVE DE PROFESSORES NA BAHIA TEM APOIO DE ENTIDADES ESTUDANTIS”

  1. ASFERREIRA disse:

    Senhores:

    Não parece que estamos adentrando 12 anos no Século XXI. O autoritarismo, a insensibilidade, a falta de democracia nos remete ao Século XIX. Isso prova que o homem evolui, mas nunca esquece aquele resquício do homem das cavernas.

  2. Professores disse:

    Pessoal a UNE precisa mobilizar os estudantes para que haja negociação entre o governo da Bahia e os professores. Vamos lá vcs com o entusiasmo e irreverencia precisamos de uma solucao pois ha risco do ano letivo ser anulado.

  3. Marjorie disse:

    fim da greve já!
    lugar de estudante é na escola!

  4. EDEZA disse:

    vergonha professores nem começaram a 1 unidade e entra em greve

  5. beta disse:

    é triste ver os filhos da gente sem aula por irresponsabilidades destes governantes irresponsaveis. eles fazem isto porq o salario deles é mil veses mais do que o do pobre professor. aliais, eles nem se procupam em saber qual é realmente o salario de um professor. enquanto houver estas desigualdades, o nosso pa´s so vai andar para tras. mas a culpa é nossa, por colocar nosso estado, país nas maos de irresponsaveis. nossos filhos precisam da escola. onde está o cumprimento do direito a educação?

  6. ITABERABA disse:

    OLÁ ESTUDANTES.
    VOCÊS PRECISAM MOBILIZAR OS ALUNOS BAIANOS CONTRA A INTRANSIGÊNCIA DO DESGOVERNO ESTADUAL DA BAHIA.
    É UM ABSURDO O QUE ESTÁ ACONTECENDO.
    VAMOS LÁ. VOCÊS TEM ENERGIA E RESPALDO PARA EXERCER INFLUÊNCIA NA NOSSA SOCIEDADE.
    NÃO DESANIMEM DA LUTA.

    • Gabi disse:

      Não me parece que alguem alem dos professores estão preoucupado com a greve, pois até agora não vi nenhum estudade ou movimento estudantiu fazer movimento que realmente chamasse a atenção das autoridade sobre esse assunto.
      Vamos lá estudantes reajam, a causa tambem é de voces.

  7. Lucila disse:

    Lugar de estudante é na escola sim, mas não reclame aos professores e sim aos governantes que não estão nem aí pra educação!

Deixe uma resposta