DE OLHO NO CAMPUS!

Confira os destaques dessa semana!

“QUEM TEM MEDO DA DEMOCRACIA?”, POR THIAGO JOSÉ

Leia artigo do diretor de Comunicação da UNE sobre às ofensivas a democracia que nosso país tem sofrido

CULTURA DENTRO DO BOLSO

A imagem é da animação O Menino e o mundo, do Festival Anima Mundi, no Rio de Janeiro

UNE RELEMBRA SUA HISTÓRIA COM ARIANO SUASSUNA

Defensor da nossa cultura popular, personalidade do mestre paraíbano deixa saudade

UNE PARTICIPA DE ATO DA OAB E SOCIEDADE CIVIL CONTRA PRISÃO DE ATIVISTAS NO RJ

Para entidade ativistas e militantes que estão sendo perseguidos pelo Poder Judiciário fluminense


Carteira Estudantil

GREVE DE PROFESSORES NA BAHIA TEM APOIO DE ENTIDADES ESTUDANTIS

ABES E UBES manifestaram-se em favor da paralisação que já dura 17 dias

Professores da rede estadual de ensino da Bahia estão em greve desde o último dia 11 , quando também decidiram ocupar a Assembleia Legislativa após ato em frente à governadoria do estado. Cerca de 3 mil pessoas entre trabalhadores, professores e estudantes participaram do ato.

A greve foi deflagrada pelo não cumprimento do acordo assinado pelo governador Jaques Wagner referente ao aumento do salário dos professores em 22,22%, fazendo-se cumprir a lei que regulamenta o piso da categoria.

Até o momento, o governador não se pronunciou para avançar no diálogo com os professores, apenas considerou a greve ilegal, afirmando haver a possiblidade de corte no ponto dos grevistas que não retornarem ao trabalho.

Apesar da postura do governo, na última sexta-feira (27), os professores decidiram continuar a paralisação. Eles permanecem na Assembleia Legislativa, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, onde estão acampados.

Nota da Associação Baiana Estudantil Secundarista (ABES) e da União Brasileira de Estudantes Secundaristas (UBES) em apoio à greve dos professores baianos:

Professores da rede estadual de ensino, em assembleia realizada no último dia 11/04 pela manhã, deflagraram greve da categoria por tempo indeterminado. O principal motivo da greve é que o Governo do Estado não cumpriu a Lei Federal que regulamenta o piso salarial dos professores, segundo os dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB) a greve só irá terminar quando o reajuste de 22,22% for alcançado.

Diante desse cenário, a Associação Baiana Estudantil Secundarista (ABES), entidade representativa dos estudantes secundaristas da Bahia, que sempre lutou para que a escola fosse um espaço democrático, entende a legitimidade da greve da categoria e apoia a luta das e dos trabalhadores. Reafirmamos a nossa opinião sobre a consolidação de uma educação de qualidade e isso passa pela valorização das e dos profissionais da educação.

Estaremos do lado dos professores, defendendo os direitos da categoria e lutando para que o Governado da Bahia pague o aumento regulamentado pelo MEC. Contamos com a sensibilidade do Governador Jaques Wagner para que esse impasse seja logo resolvido, efetive o direito da categoria já garantido por lei e para que principalmente os estudantes não tenham a qualidade de ensino, que já é precária, ameaçada infligindo às normas regidas na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB).

Da Redação

Veja mais notícias

8 respostas para “GREVE DE PROFESSORES NA BAHIA TEM APOIO DE ENTIDADES ESTUDANTIS”

  1. ASFERREIRA disse:

    Senhores:

    Não parece que estamos adentrando 12 anos no Século XXI. O autoritarismo, a insensibilidade, a falta de democracia nos remete ao Século XIX. Isso prova que o homem evolui, mas nunca esquece aquele resquício do homem das cavernas.

  2. Professores disse:

    Pessoal a UNE precisa mobilizar os estudantes para que haja negociação entre o governo da Bahia e os professores. Vamos lá vcs com o entusiasmo e irreverencia precisamos de uma solucao pois ha risco do ano letivo ser anulado.

  3. Marjorie disse:

    fim da greve já!
    lugar de estudante é na escola!

  4. EDEZA disse:

    vergonha professores nem começaram a 1 unidade e entra em greve

  5. beta disse:

    é triste ver os filhos da gente sem aula por irresponsabilidades destes governantes irresponsaveis. eles fazem isto porq o salario deles é mil veses mais do que o do pobre professor. aliais, eles nem se procupam em saber qual é realmente o salario de um professor. enquanto houver estas desigualdades, o nosso pa´s so vai andar para tras. mas a culpa é nossa, por colocar nosso estado, país nas maos de irresponsaveis. nossos filhos precisam da escola. onde está o cumprimento do direito a educação?

  6. ITABERABA disse:

    OLÁ ESTUDANTES.
    VOCÊS PRECISAM MOBILIZAR OS ALUNOS BAIANOS CONTRA A INTRANSIGÊNCIA DO DESGOVERNO ESTADUAL DA BAHIA.
    É UM ABSURDO O QUE ESTÁ ACONTECENDO.
    VAMOS LÁ. VOCÊS TEM ENERGIA E RESPALDO PARA EXERCER INFLUÊNCIA NA NOSSA SOCIEDADE.
    NÃO DESANIMEM DA LUTA.

    • Gabi disse:

      Não me parece que alguem alem dos professores estão preoucupado com a greve, pois até agora não vi nenhum estudade ou movimento estudantiu fazer movimento que realmente chamasse a atenção das autoridade sobre esse assunto.
      Vamos lá estudantes reajam, a causa tambem é de voces.

  7. Lucila disse:

    Lugar de estudante é na escola sim, mas não reclame aos professores e sim aos governantes que não estão nem aí pra educação!

Deixe uma resposta